Wall Street escapa queda da Microsoft e encerra sessão no ‘verde’

As principais bolsas do outro lado do Atlântico encerraram a sessão de hoje a valorizar. Microsoft regista maior tombo do dia numa altura em que a China ameaça retaliar caso a app Tik Tok seja comprada.

Reuters

Depois de ontem ter encerrado em terreno histórico positivo, com o Nasqad a valorizar quase 2% graças à Microsoft, esta terça-feira os principais índices em Wall Street encerram a sessão com ganhos ligeiros.

O industrial Dow Jones fechou a ganhar 0,62% para 26,828.47 pontos, o financeiro S&P 500 subiu 0,36% para 3,306.60 pontos enquanto que a tecnológica Nasdaq segue a tendência de crescimento valorizando 0,35% para 10,941.17 pontos.

A Microsoft foi a que registou o maior tombo, tendo desvalorizado 1,47% para 213.35 dólares numa altura em que o Governo chinês ameaçou retaliar caso a gigante tecnológica retomasse as negociações para a compra da empresa-mãe do Tik Tok, ByteDance. A Microsoft tem agora um prazo de 45 dias para concluir as negociações para a compra da app de vídeos, caso contrário será banida dos Estados Unidos a mandado de Donald Trump.

Ao contrário do último fecho, a Apple encerra esta terça-feira no verde, registado um aumento de 0,64% para 438.53 dólares.

Quanto às commodities, o ouro sobe 1,89% para 2013,99 dólares num dia em que excedeu pela primeira vez a marca simbólica de 2.000 dólares por onça, devido à incerteza nos mercados causada pelo impacto económico da pandemia de covid-19. Quanto ao cobre, este desvaloriza 0,55% para 2,89 dólares e o petróleo sobe 1,29% para 41,54 dólares.

Nos próximos dias, o Congresso deverá divulgar o novo novo pacote de estímulos no valor de um bilião de dólares (um trilião de dólares).

Os congressistas estão a trabalhar nesse pacote de resgate que visa substituir alguns dos benefícios das versões anteriores dos pacotes de estímulos e que estão a expirar – nomeadamente novas ajudas ao desemprego (as anteriores, aprovadas no período da pandemia, expiraram na passada sexta-feira).

Ler mais

Relacionadas

China promete retaliar se Microsoft avançar com “roubo” do Tik Tok

O Governo chinês deixou claro, através de uma publicação no “Diário de Pequim”, que se esperam retaliações caso a app Tik Tok seja comprada pela Microsoft. As negociações estão para já suspensas, mas Donald Trump deu 45 dias para que as partes cheguem a um acordo.
Recomendadas

Bolsas europeias em correção. BCP e Galp pressionam PSI-20

Praças europeias fecham em correcção esta terça-feira, com perdas. PSI-20 recuou 1,35%, pressionado pelo BCP e pela energia. Queda do Brent penalizou a Galp.

Investidores indecisos em Wall Street aguardam primeiro debate entre Biden e Trump

Em Wall Street, o industrial Dow Jones desce 0,29% para 27,505.21 pontos, o generalista S&P recua 0,04% para 3,350.06 pontos e o tecnológico Nasdaq ganha 0,07% para 11,125.46 pontos.

BCP e Altri continuam a manter PSI 20 no ‘vermelho’

Praça lisboeta está agora a cair 0,57%, para 4.064,71 pontos nesta terça-feira, seguindo a tendência das suas congéneres europeias.
Comentários