Wall Street fecha em baixa penalizada pela tecnologia

O índice Nasdaq caiu mais de 2% na última sessão da semana. O Facebook tombou 6% depois de apresentar números de utilizadores na América abaixo do esperado.

A bolsa de Nova Iorque terminou a semana em baixa. Wall Street encerrou a sessão desta sexta-feira, 30 de outubro, em terreno negativo devido à desvalorização do setor tecnológico. O Facebook foi uma das cotadas em destaque por ter tombado 6,08% para 263,75 dólares.

Entre os principais índices bolsistas do outro lado do Atlântico, o índice industrial Dow Jones caiu 0,59%, para os 26.501,60 pontos, enquanto o financeiro S&P 500 perdeu 1,15%, para os 3.272,18 pontos e o tecnológico Nasdaq tombou 2,45%, para os 10.911,59 pontos. Já o Russell 2000 desvalorizou 1,72%, para os 1.537,30 pontos.

A rede social liderada por Mark Zuckerberg reportou lucros e receitas trimestrais acima do esperado pelos analistas, mas o número de utilizadores na América ficou aquém, tendo registado um abrandamento.

“A base de utilizadores nos Estados Unidos e Canadá caiu de 198 para 196 milhões e a empresa espera que permaneça estável ou diminua no quarto trimestre. O Facebook também alertou sobre uma «quantidade significativa de incerteza» para o próximo ano, já que a mudança acelerada para as compras online e o boom da publicidade digital durante uma pandemia podem acabar em breve”, lembram os analistas da XTB, em research.

Conforme lembram os analistas do Bankinter, os resultados das maiores tecnológicas norte-americanas (além do Facebook também a Apple, a Alphabet e a Amazon divulgaram contas), publicados ontem à noite, bateram as estimativas, “mas o mercado é muito exigente e esperava previsões de futuro (guidances) ainda melhores”. “Por essa razão, todas registaram quedas em after-market“, com exceção da dona da Google, pois os investidores esperavam “demasiado”, explicaram, numa nota.

O valor do ‘ouro negro’ está a cair. O preço do petróleo WTI, produzido no Texas, perde 1,69% para os 35,56 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a desvalorizar 1,20% para os 37,80 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro desvaloriza 0,24% face ao dólar, para 1,1646 dólares, enquanto a libra esterlina sobe 0,22% face à moeda dos Estados Unidos, para 1,2955 dólares.

Ler mais

Recomendadas

Vacinas e novo pacote de estímulos animam Wall Street

A nível económico, o destaque do dia vai para um novo possível pacote de estímulos nos Estados Unidos, de 908 mil milhões de dólares proposto pelo Congresso.

Grupo EDP, Mota Engil e Jerónimo Martins penalizam PSI 20 que não seguiu ganhos na Europa

As ações da EDP caíram 1,25%, para 4,41 euros, e as da EDP Renováveis perderam 2,14%, para 17,38 euros, testemunhando a reação do mercado à saída de cena de António Mexia e de João Manso Neto da liderança das duas empresas para o próximo mandato.

Wall Street entra em dezembro em alta

As ações da Moderna, da Pfizer e da Tesla prolongam a tendência de ganhos no início da sessão em Wall Street.
Comentários