Wall Street fecha mista apesar dos bons resultados dos bancos norte-americanos

Em destaque esteve ainda a Coinbase, com a sua chegada a Wall Street. As ações da bolsa de criptomoedas fecharam a sessão desta quarta-feira com um disparo de 31,31% para 328,28 dólares na estreia no Nasdaq.

A bolsa de Nova Iorque voltou a fechar a sessão mista. Wall Street encerrou as negociações desta quarta-feira sem tendência definida apesar dos bons resultados dos maiores bancos norte-americanos naquele que foi o pontapé de saída da earnings season do primeiro trimestre.

Assim, o índice industrial Dow Jones subiu 0,16% para 33.730,89 pontos, enquanto o financeiro S&P 500 caiu 0,41% para os 4.124,66 pontos. Já o Nasdaq perdeu 0,99% para os 13.857,84 pontos e o Russell 2000 valorizou 0,61% para os 2.245,80 pontos.

Goldman Sachs, Wells Fargo e JP Morgan apresentaram contas e os investidores tiveram reações diferentes. Os títulos do Wells Fargo dispararam mais de 5% para 42,01 dólares, enquanto os do JPMorgan Chase caíram 1,82% para 151,28 dólares apesar de os lucros do maior banco dos Estados Unidos terem saltado quase 400% ao libertar mais de 5 mil milhões de dólares (aproximadamente 4,2 mil milhões de euros) em provisões Covid-19.

O Goldman Sachs disparou 2,43% para 335,35 dólares, após ter divulgado um lucro de cerca de 18,60 dólares por ação, significativamente acima das expectativas dos analistas, que apontavam para 10,22 dólares por ação. “A receita de 17,7 mil milhões de dólares também superou as estimativas de mercado de 12,6 mil milhões de dólares, já que o maior banco de investimento de Wall Street capitalizou níveis recordes de atividade em termos de negociações globais”, destacam os analistas da XTB.

Em destaque esteve ainda a Coinbase, com a sua chegada a Wall Street. As ações da bolsa de criptomoedas fecharam com um disparo de 31,31% para 328,28 dólares na estreia no Nasdaq, dando-lhe uma capitalização de mercado inicial de 85,8 mil milhões de dólares (cerca de 72 mil milhões de euros).

Nas matérias-primas, o valor do ‘ouro negro’ está a subir mais de 4%, perante a queda dos inventários de crude, mais do dobro do que o previsto pelo mercado. O preço do petróleo WTI, produzido no Texas, sobe 4,50% para os 62,89 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a valorizar 4,21% para os 66,35 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro valoriza 0,28% face ao dólar, para os 1,198 dólares, enquanto a libra esterlina avança 0,23% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,378 dólares.

Ler mais

Recomendadas

SIC avança com nova emissão de obrigações no valor de 30 milhões com juro mais baixo

A empresa do grupo Impresa diz que se trata de uma oferta pública de troca parcial e voluntária de um milhão de obrigações com um valor unitário de 30 euros. 

Wall Street não resiste à pressão das ‘big tech’ e encerra em queda

Entre as praças que negoceiam em Nova Iorque, o Nasdaq 100 regista a maior perda, desvalorizando 0,72% para 13,217.68 pontos enquanto que o Composite cai 0,56% para 13,303.64 pontos.

PSI 20 renova máximos em pandemia à boleia dos resultados do BCP

O PSI 20 estabeleceu novos máximos em tempo de pandemia, com o BCP e a EDP Renováveis a impulsionarem o índice lisboeta num dia em que, apesar dos ganhos generalizados na Europa, alguns dos principais índices fecharam no vermelho.
Comentários