Wall Street regressa às perdas. Apple em baixa após apresentação do novo iPhone

As ações da tecnológica desvalorizaram 0,96% para 148,12 dólares, poucas horas depois do evento anual de lançamentos da marca, onde foram apresentadas as novas versões do seu telemóvel, iPad e Apple Watch.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque fechou a sessão desta terça-feira em terreno negativo, depois de ter aberto no ‘verde’. Os investidores estiveram de olhos postos na desaceleração dos preços nos Estados Unidos em agosto. O Departamento do Trabalho norte-americano revelou esta tarde que o Índice de Preços no Consumidor (IPC) subiu 0,3% no mês passado.

Wall Street acabou as negociações com o índice industrial Dow Jones a cair 0,84% para 34.577,57 pontos, o Standard & Poor’s (S&P) 50o a perder 0,57% para 4.443,05 pontos e o tecnológico Nasdaq a resvalar 0,55% para 15.037,80 pontos. Por sua vez, o Russel 2000 desvaloriza 1,22% para 2.211,15 pontos.

As ações da Apple desvalorizaram 0,96% para 148,12 dólares, poucas horas depois do evento anual de lançamentos da marca, onde foram apresentadas as novas versões do iPhone (13), iPad e Apple Watch.

O analista Dário Garcia, da XTB, destaca ainda a Netflix como um título em crescimento. “Os atuais níveis dos preços das ações conseguiram atingir a sua valorização plena. O seu valor de mercado está de acordo com o seu valor contabilístico. Dado que os potenciais retornos a médio prazo são limitados, investir nesta altura exigirá algum tempo, paciência e empenho para que os fundamentos voltem a oferecer um potencial de valorização no preço da ação”, explicou, em research. As ações da empresa de streaming caíram 1,96% para 577,76 nesta sessão.

O preço do ‘ouro negro’ está a subir ligeiramente com as previsões de que outro furacão atingiu a costa do Golfo dos Estados Unidos. O preço do WTI, produzido no Texas, sobe 0,11% para os 70,53 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a valorizar 0,24% para os 73,69 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro está na linha d’água com uma descida de 0,01% face ao dólar, para os 1,1807 dólares, enquanto a libra esterlina está a perder 0,20% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,3808 dólares.

Recomendadas

PSI-20 tomba com queda de mais de 4% do BCP e Greenvolt. Imobiliária chinesa arrasa bolsas

As bolsas europeias encerram em baixa, condicionadas pelo risco de colapso da gigante de imobiliário Evergrande e o seu impacto potencial no sistema. A banca foi dos sectores mais afetados a par com o de recursos naturais. Por cá, a Greenvolt teve uma estreia negativa, pois caiu quase 5% na sessão.

Preocupações sobre ritmo da recuperação económica afetam Wall Street

No arranque da sessão as ações de entidades bancárias como o Morgan Stanley estão a cair 2,88%, enquanto o JP Morgan desce 2,36%. Já o Bank of America deprecia 3,04%.

Valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário atinge 10,7 mil milhões em agosto

O valor sob gestão é ligeiramente superior a julho. A Square AM (11,8%), a Interfundos (11,7%) e a Caixa Gestão de Ativos (9,1%) detinham as quotas de mercado mais elevadas.
Comentários