Wall Street segue em baixa na última sessão da semana

Os três principais índices da bolsa de Nova Iorque caem, depois de um arranque de sessão misto. as ações da Tesla estão a subir 5%, depois de ter tido revisões em alta. Já a companhia aérea Delta vê os seus títulos caírem 1,47%, na sequência de ter chegado a acordo provisório com o sindicato de pilotos para reduzir, pelo menos, 220 licenças.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque mantém-se em baixa nas negociações desta sexta-feira, depois de um arranque misto. Wall Street está a ‘encarnado’, naquela que é a última sessão de uma semana marcada pela volatilidade.

Observando a performance das praças nova-iorquinas denota-te que o índice industrial Dow Jones recua 0,12%, para 27.869,79 pontos, enquanto o financeiro S&P 500 cai 0,49%, para 3.340,50 pontos. O tecnológico Nasdaq é aquele que apresenta as quebras mais expressivas, caindo 0,86%, para 10.816,17 pontos.

“As informações contraditórias relativamente ao timing de chegada da vacina Covid-19 e a possibilidade de novos estímulos fiscais nos Estados Unidos são temas que marcam a atualidade. De notar que hoje é Quadruple Witching Day, dia de vencimento simultâneo de futuros de índices de ações, futuros de ações, opções de índices e opções de ações”, explica Ramiro Loureiro, analista do Millennium bcp.

Os analistas do Bankinter também explicam que este dia, de vencimento de opções e futuros sobre ações e índices, explica a volatilidade dos mercados norte-americanos. Ademais, contextualizam que ontem a tecnologia “voltou a ser o centro das atenções, depois de duas sessões em negativo”. “A capitalização bolsista do Nasdaq superou a do Euro Stoxx 600 e isto ressuscitou o debate sobre as avaliações, e estimulou a rotação setorial e o trading“, referem, a propósito do índice que abriu hoje no ‘verde’ mas acabou por perder o gás.

Em termos empresariais, as ações da Tesla estão a subir 5,02%, para 444 dólares, depois de ter tido revisões em alta, na semana que antecede o importante evento “Battery Day”. Já a companhia aérea Delta vê os seus títulos caírem 1,47%, para 33,46 dólares, na sequência de ter chegado a acordo provisório com o sindicato de pilotos para reduzir, pelo menos, 220 licenças, para 1.721.

Recomendadas

‘Falcões’ vs ‘pombas’ no BCE. Lagarde vai dar sinal forte, mas tensões devem adiar estímulos

O banco central da zona euro está novamente dividido entre os que querem mais estimulos já e os que preferem aguardar. Christine Lagarde tem espaço de manobra e deverá aguardar até dezembro, quando tiver novas projeções e melhor visão sobre riscos politicos. A mensagem de hoje deverá ser, portanto, de promessa de agir face ao aumento de riscos.

Bolsa de São Paulo cai 4,25% com novas restrições na Europa face à pandemia

A bolsa paulista registou assim a sua quarta queda consecutiva, enquanto o dólar norte-americano continua a subir e hoje valorizou 1,31%, fechando a sua cotação em 5,75 reais (0,85 cêntimos de euro) para compra e venda.

Wall Street fecha em queda acentuada e Dow atinge o valor mais baixo desde julho

As ações foram castigadas pela 2.ª vaga da Covid-19. A crescente pandemia e o fracasso de Washington em alcançar um acordo em torno de um novo estímulo fiscal antes das eleições de 3 de novembro levaram todos os três índices de ações a fecharem em queda de mais de 3%. O petróleo também sofreu uma queda significativa.
Comentários