Web Summit anuncia primeiros 50 oradores

Entre os nomes mais sonantes estão os dos fundadores do Zoom, do Facebook ou da Revolut. Valdis Dombrovskis e a empreendedora portuguesa Daniela Braga também vão estar presentes, assim como a comissária eleitoral norte-americana Ellen Weintraub.

Cristina Bernardo

Já são conhecidos os primeiros oradores que estão presentes no palco de uma das maiores conferências sobre tecnologia do mundo. A Web Summit tornou esta quinta-feira pública quem são 50 dos speakers que discursão através de videoconferência ou presencialmente na cimeira que voltará a acontecer em Portugal.

Entre os nomes mais sonantes estão os dos fundadores do Zoom – Eric Yuan – e do Facebook. Eduardo Saverin – e o da comissária eleitoral dos Estados Unidos Ellen Weintraub. O presidente da Microsoft, Brad Smith, e o diretor-executivo da Revolut, Nikolay Storonsky, voltam a ser presenças confirmadas neste encontro, mas a organização diz que este é apenas o “início” das apresentações.

A portuguesa Daniela Braga (fundadora da DefinedCrowd), Peggy Johnson (CEO da Magic Leap), Adaire Fox-Martin (administradora da SAP), Padmasree Warrior (fundadora e CEO da Fable) e Gillian Tans (gestora da Booking) também estão na lista. Contam-se ainda porta-vozes das fabricantes de equipamentos eletrónicos asiáticas Samsung, Huawei e Xiaomi, o vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis, e o congressista norte-americano Ro Khanna.

A Web Summit irá realizar-se em Portugal entre os dias 2 e 4 de dezembro num formato misto, de pés assentes na FIL e na Altice Arena e através de sessões online.

O programa “Road2WebSummit”, que resultou de uma parceria entre a Startup Portugal e a Web Summit, também se mantêm e irá atribuir 100 passes para as empresas que forem escolhidas, depois de encontros com o ecossistema por todo o país. Premiados continuarão a ser os estudantes universitários ou recém-licenciados com interesse em trabalhar para startups nacionais ou criar os seus próprios negócios, pois receberão 50 mil entradas. Os passes para estudantes, antigos alunos e funcionários chegarão às universidades de Portugal em setembro, que receberão um número de bilhetes com base na sua dimensão.

Recomendadas

Marques Mendes diz que CGD liderará sindicato bancário para financiar o Novo Banco

Luís Marques Mendes, revelou este domingo que a injeção do Fundo de Resolução no Novo Banco vai ser possível através do empréstimo de um sindicato bancário, que será liderado pela CGD. O comentador revelou que não houve qualquer conversa entre o BCP e o Governo para uma fusão com o Montepio. O JE confirmou que Miguel Maya não falou com João Leão sobre uma integração do Banco Montepio.

Premium“Construtoras nacionais apenas ficam com 20% das obras públicas”, diz bastonário da Ordem dos Engenheiros

O desinvestimento em pessoas e equipamentos ao longo dos últimos anos foi tão grande que apenas 20% das obras públicas lançadas ficam em empresas portuguesas, afirma Carlos Mineiro Aires.

Miguel Albuquerque diz que “a Madeira vai ultrapassar efeitos devastadores no turismo”

O presidente do Governo da Madeira mostrou-se este domingo convicto de que a região vai conseguir superar “mais este grande desafio” dos “efeitos devastadores” no setor do turismo provocado pela pandemia da covid-19.
Comentários