WiZink lança Unido, a primeira app em Portugal aberta a todos utilizadores

A app gratuita funciona de forma independente, está aberta e disponível para todos os utilizadores, independentemente das entidades financeiras em que sejam clientes.

O banco digital espanhol especializado em cartões de crédito e soluções simples de poupança, WiZink, lançou a Unido, a primeira app móvel do mercado português dedicada à gestão das finanças pessoais que permite agregar, numa única aplicação, produtos de diferentes entidades financeiras.

Até agora, só era possível aceder a este tipo de aplicações de gestão de finanças pessoais se o utilizador fosse cliente da entidade financeira responsável pelo desenvolvimento da aplicação. Esta app é para todos os consumidores, independentemente, das entidades financeiras onde sejam clientes.

“Desta forma, o Unido ajuda os utilizadores a controlar e a gerir o seu dinheiro de uma forma mais fácil”, diz a WiZink que acrescenta que a “app permite aos utilizadores gerirem, na mesma plataforma, as suas contas bancárias e cartões de crédito, independentemente, da entidade financeira em que sejam clientes”.

A aplicação já está disponível e pode ser descarregada para o sistema Android, através do Google Play, e para o sistema iOS, através da App Store.

“Neste momento, a Unido está apenas disponível no mercado português, permitindo agregar as contas bancárias e cartões de crédito de diferentes entidades financeiras que operam em Portugal”, diz a instituição.

“Além das funcionalidades já referidas, a app permite ainda categorizar todos os rendimentos e despesas, dando a possibilidade aos utilizadores de acompanharem a sua evolução e compararem o seu perfil de gastos em diferentes períodos de tempo, com o objetivo de planificar e otimizar a sua gestão orçamental”, acrescenta a WiZink.

Com esta aplicação, o controlo das contas e cartões de crédito será mais fácil com a possibilidade de configurar alertas, sejam para limites de gastos por categoria de despesas, de saldos mínimos de contas ou de saldos em dívida máximos por cartão.

Os utilizadores têm acesso à app através de uma palavra-passe, impressão digital ou leitura facial.

A aplicação cumpre com os requisitos de segurança da Diretiva Europeia PSD2, com o Regulamento Geral Sobre a Proteção de Dados (RGDP) e com os mais avançados padrões de segurança tendo sido testada por especialistas em segurança digital e privacidade de dados pessoais, diz a WiZink.

O banco digital assegura que “com base na experiência de utilização dos consumidores e nas necessidades que forem sendo identificadas, serão incorporadas melhorias, tudo para garantir que os utilizadores possam desfrutar de uma experiência digital flexível e personalizada para a melhor gestão do seu dinheiro”.

 

Ler mais
Recomendadas

Seguradora Fidelidade entra no mercado chileno

Com esta entrada no Chilea Fidelidade vai também apostar em alianças com parceiros estratégicos locais, alavancadas numa rede ampla de corretores e grandes retalhistas e de bancassurance, apostando numa qualidade de serviço superior com o objetivo de proporcionar o melhor serviço aos clientes.

Crédito Agrícola com subida dos lucros em 23% para 105 milhões

Apesar do aumento dos lucros, a margem financeira diminuiu 13,8 milhões de euros em termos homólogos (-5,4%), bem como as comissões líquidas que registaram uma variação de -6,1 milhões de euros (-7,8%) face ao homólogo.

PremiumSantander vende quatro parques solares do Glennmont Partners em Portugal

Propostas não vinculativas para quatro parques solares no país serão recebidas pelo Santander Portugal nesta segunda-feira.
Comentários