Zurich abre concurso para as melhores startups de casas e prédios inteligentes

Os vencedores e ocupantes das posições de pódio receberão recursos financeiros e humanos necessários para implementarem programas piloto com os clientes da seguradora nos seus países.

A multinacional Zurich abriu candidaturas para o Campeonato Mundial de Inovação, um concurso para empreendedores e startups no setor de insurtech – casas e prédios com inteligência artificial.

O campeonato, que será abrangido por 20 países, decorre a três níveis (nacional, regional e mundial) tem as candidaturas abertas até domingo, 30 de setembro.

Os vencedores e ocupantes das posições de pódio serão revelados em fevereiro de 2019 e receberão recursos financeiros e humanos necessários para implementarem programas piloto com os clientes da seguradora nos seus países.

Giovanni Giuliani, diretor de estratégia, inovação e desenvolvimento de negócios do Grupo Zurich, afirma que “os participantes serão avaliados e selecionados por um painel de jurados especialistas no assunto, líderes de inovação e executivos seniores de negócios.”

Relacionadas

InnoEnergy abre concurso para startups. Prémio é de 100 mil euros

As 15 start-ups mais inovadoras recebem um pacote de serviços feito à medida e a vencedora receberá ainda um prémio de 100 mil euros.

Nors abre concurso internacional para startups com 10 mil euros de prémio

As inscrições para o concurso internacional de startups, promovido pelo grupo Nors Digital Disruptos, já está aberto. As candidaturas devem ser enviadas até ao dia 3 de oububro. A startup vencedora ganhará um prémio de 10 mil euros e ainda um ano de incubação.
Recomendadas

PremiumFeedzai, a quarta ‘billion dollar baby’ portuguesa

Empresa liderada por Nuno Sebastião desenvolveu tecnologia para combater o crime financeiro e está a fechar cada vez mais negócios na América Latina.

Shilling lança fundo de 30 milhões de euros para investir em startups tecnológicas

O Shilling Founders Fund, no qual a Atomico está envolvida, está desenhado por fundadores para fundadores e baseia-se num modelo de partilha de lucros. É uma forma de os grandes empreendedores valorizarem (mais) o ecossistema e apoiarem outros jovens gestores que passaram pelos mesmos desafios.

Mais 43 startups juntam-se ao portefólio da Portugal Ventures num investimento de 6,6 milhões de euros

A sociedade de capital de risco nacional investiu em 40 escolhidas no concurso Call Innov-ID (4 milhões de euros) e em três no âmbito da sua atividade normal de financiamento ao empreendedorismo (2,6 milhões de euros).  
Comentários