Abanca fecha acordo para comprar 95% do EuroBic

O banco espanhol anunciou esta segunda-feira que acordou a aquisição de 95% das ações do EuroBic e que o supervisor foi informado sobre os detalhes do negócio.

O Abanca fechou oficialmente esta segunda-feira o acordo para a compra de 95% das ações do banco EuroBic. Trata-se da quinta aquisição do banco espanhol desde 2014 (depois do Banco Etcheverría, Popular Servicios Financieros, DB PCB e Banco Caixa Geral) e a segunda em Portugal.

Segundo a instituição bancária, o Banco de Portugal foi informado em detalhe dos termos da operação – que ainda está sujeita um processo de due dilligence e às autorizações das autoridades regulatórias. “O Abanca demonstrou com sucesso o seu modelo de integração de outras entidades nas operações corporativas que realizou nos últimos anos”, refere a entidade bancária liderada por Francisco Botas, em comunicado.

Na última apresentação de resultados, em Espanha, o Abanca Corporación Bancaria admitiu aos jornalistas portugueses que estava a estudar a compra do EuroBic em Portugal, mas explicou que não iria adquirir menos de 75% do banco detido por Isabel dos Santos e Fernando Teles.

Isabel dos Santos tem 42,5% do EuroBic através da Santoro Financial Holding SGPS (que detém 25%), com sede em Portugal, e da Finisantoro Holding Limited, que tem 17,5%, com sede em Malta. Mas o outro acionista, o luso-angolano Fernando Teles, que controla 37,5%, também vai vender, tal como avançado em primeira mão pelo Jornal Económico.

Há ainda outros acionistas no EuroBic: Luís Cortez dos Santos, Manuel Pinheiro Fernandes e Sebastião Bastos Lavrador têm, cada um, 5%, havendo ainda outros 5% nas mãos de outros investidores. Estes acionistas deverão também vender a sua posição ao Abanca, segundo fontes conhecedoras do processo.

O Jornal Económico sabe que chegou a haver outras manifestações de interesse no EuroBic mas nenhum dos interessados avançou com propostas concretas, exceto o Abanca.

Na mesma nota enviada esta manhã, o Abanca recorda que o EuroBic gere um volume de negócio de 11.700 milhões de euros, uma carteira de crédito (com “wright offs”) de 5.199 milhões de euros, e depósitos de 6.148 milhões de euros. O banco português emprega 1.482 pessoas.

Em comunicado divulgado ao início da tarde desta segunda-feira, o Banco de Portugal dá conta que tomou conhecimento da aquisição e que a mesma “está sujeita à autorização do Banco Central Europeu”.

Chairman e CEO do Abanca em Lisboa para se reunirem com EuroBic

Notícia atualizada às 11h00

Ler mais
Relacionadas

Abanca fecha acordo para comprar mais de 75% do EuroBic

O Abanca está disponível para comprar a totalidade do capital do banco controlado por Isabel dos Santos e o negócio será fechado durante este fim de semana, apurou o Jornal Económico.

Abanca quer 75% do EuroBic e quer ficar com 10% da Cofina

O Abanca quer comprar 75% do banco EuroBic e pretende ficar com cerca de 10% da Cofina num âmbito do aumento de capital da empresa, após a conclusão da OPA da TVI.
Recomendadas

Banco de Portugal salienta que as moratórias públicas ou privadas devem ser tratadas da mesma forma

O Banco de Portugal destaca que a segundo esclareceu a EBA, as moratórias, de iniciativa pública ou privada, devem ser tratadas da mesma forma, desde que tenham um propósito e caraterísticas semelhantes. “A EBA definirá, em breve, quais os critérios a observar para o efeito”, diz a entidade de supervisão.

BPI alarga moratórias para famílias e empresas com carência de capital entre seis a doze meses

A partir de segunda-feira, os clientes que estejam em situação regular com o BPI poderão beneficiar do alargamento do regime da moratória publica junto do banco, que prevê dar carências de capital entre seis e doze meses.

Vírus atrasa auditoria ao Novo Banco

A conclusão da auditoria da Deloitte deverá derrapar para lá de 31 de maio.
Comentários