InícioDesporto
Desporto

O antigo dirigente do Sporting afirmou, em conferência de imprensa, que "resulta completamente disparatada a peregrina ideia em cujos termos as comissões de Marta Soares se mantêm em exercício".

Artur Torres Pereira acusou Bruno de Carvalho de desestabilizar. Ex-presidente do Sporting responde esta noite.

Artur Torres Pereira acusou Bruno de Carvalho de mentir e desestabilizar.

A confirmar-se o que Bruno de Carvalho afirmou ao final desta manhã, o antigo presidente do clube deverá, na opinião de Tavares Pereira, "fazer prova do que tem em mãos, com responsabilidade".

Esta semana, "O Jogo Económico" debatemos o que atrai as marcas ao fenómeno desportivo. Conheça as opiniões de Luís Miguel Henrique, João Marcelino e do convidado, João Medeiros Cardoso, Sponsorship Manager da Sociedade Central de Cervejas, moderados por Andressa Pedry.

Encontra-se ainda a decorrer o prazo de 10 dias requerido pela Comissão de Gestão para contestar a providência cautelar que visa anular a Assembleia Geral destitutiva que culminou na saída do ex-presidente do clube. Apesar disso, Bruno de Carvalho ignorou esse cenário e apresentou-se em Alvalade.

O presidente do Sporting disse esta sexta-feira aos jornalistas que os "agentes de Marta Soares ainda não têm a ata da assembleia geral feita, quase dois meses depois".

A Comissão de Gestão não considerou os documentos entregues pelo ex-presidente como válidos, revela o jornal "Expresso". Os atuais dirigentes do clube já terão tranquilizado o plantel.

/