Economize Habitação

Premium“A classe média ainda não pode viver em Lisboa”

CEO e fundador da Essentia explica que, apesar de existir uma estabilização dos preços no mercado da reabilitação urbana, os portugueses que chegam ao centro histórico da cidade pertencem à “classe média alta e alta”.

Até final de 2020 é possível recomprar imóveis adquiridos pelo FIIAH

A recompra é feita com base no valor de alienação do imóvel ao FIIAH, suscetível de atualização, realizada com base na variação do índice harmonizado de preços no consumidor (INE).

Operadores do alojamento local em Lisboa ponderam “migrar” para arrendamento habitacional

No seu entender, a transição destes estabelecimentos para o arrendamento permanente “é uma oportunidade enorme” para fazer aumentar a oferta de habitação.

Rendas das casas vão subir 0,51% em 2020

INE confirmou os dados da inflação da estimativa rápida relativos a agosto. Valor do arrendamento urbano e rural no próximo ano sobe 0,51%, abaixo do aumento de 1,15% registado este ano.

Direito de Habitação Duradoura. Saiba condições, vantagens e obrigações do novo contrato de habitação vitalício

Qualquer pessoa, singular ou coletiva, pública ou privada, proprietária de uma habitação pode constituir um Direito de Habitação Duradoura, desde que esta esteja livre de encargos e ónus e seja entregue ao morador com um nível de conservação.

Já vai ser possível viver numa casa arrendada para o resto da vida

O Direito Real de Habitação Duradoura confere “a possibilidade de uma pessoa manter a sua residência permanente numa habitação alheia por um período vitalício”, ou seja, o decreto-lei visa que as famílias tenham uma solução habitacional estável sem ter de a comprar.
Ver mais artigos