JE TV Falar direito

Nuno da Silva Vieira: Que impacto terá a revolução digital no sistema de Justiça? Veja o “Falar Direito”

Acompanhe o “Falar Direito” na plataforma multimédia JE TV, através do site e das redes sociais do Jornal Económico.

Paulo de Sá e Cunha: “Mudanças no ‘Ticão’? É mau que exista uma personalização da Justiça”

A integração do JIC de Lisboa no TCIC – conhecido por “Ticão” -, vai traduzir-se no aumento dos atuais dois juízes de instrução — Carlos Alexandre e Ivo Rosa – para nove, com a passagem dos sete magistrados de Lisboa para a instância central de instrução. No programa “Falar Direito”, da plataforma multimédia JE TV, advogado Paulo de Sá e Cunha defendeu esta solução.

“Deve haver uma gestão eficaz dos canais de denúncia e prevenção da corrupção”, garante advogado Paulo de Sá e Cunha

O advogado Paulo de Sá e Cunha, sócio da Cuatrecasas Portugal, foi o convidado desta edição do “Falar Direito” programa de advocacia da plataforma multimédia JE TV. Os desafios da reforma judicial em Portugal, a formação jurídica e o novo projeto da Cuatrecasas Portugal foram os temas em análise.

“Sucessão da SRS Advogados será democrática e participativa”, assegura managing partner

Em entrevista ao programa “Falar Direito”, da plataforma multimédia JE TV, Pedro Rebelo de Sousa, managing partner da SRS Advogados, abordou o processo de sucessão na SRS Advogados, garantindo que o mesmo será feito de forma participativa.

Paulo de Sá e Cunha: “Não queremos competir com a oferta formativa das universidades”

Constituída com uma entidade autónoma do escritório ibérico e com marca própria, esta academia garante que não chega para falar “legalês” dos juristas nem para competir com a oferta das universidades portuguesas e internacionais, garantiu o advogado Paulo de Sá e Cunha, sócio da Cuatrecasas Portugal no programa “Falar Direito”, da plataforma multimédia JE TV.

Pedro Rebelo de Sousa: “A gestão não é a valência de um advogado”

Pode um advogado ser um bom gestor? No programa “Falar Direito”, da plataforma multimédia JE TV, Pedro Rebelo de Sousa defendeu essa situação pode acontecer mas “só por mero acaso” e que “a gestão não é a valência de um advogado”.
Ver mais artigos