100 jovens distinguidos com prémio Infante D. Henrique

O prémio visa dar relevo à importância do desenvolvimento de competências como a persistência, compromisso, responsabilidade e o desenvolvimento pessoal e social dos participantes neste programa.

100 jovens vão ser distinguidos com o prémio Infante D. Henrique, nas categorias de ouro, prata e bronze. Este prémio é a versão portuguesa do ‘The Duke of Edingurgh’s International Award’ que visa o desenvolvimento pessoal e social de actividades voluntárias e não competitivas.

Entre os distinguidos estão jovens da escolas da APEL, Câmara Municipal do Funchal, Criamar, Colégio Infante D. Henrique, Escola Secundária Francisco Franco e Escola Superior de Enfermagem.

O objectivo deste galardão passar por dar relevo à importância do desenvolvimento de competências como a “persistência, compromisso, iniciativa, responsabilidade e desenvolvimento pessoal e social” características que são trabalhadas durante a execução do programa referente ao Prémio Infante D. Henrique.

“Para um jovem estar bem preparado para a vida, não basta dar-lhe uma ótima educação académica. É essencial dar-lhe as capacidades, comportamentos e atitudes de que precisam para serem adultos de sucesso, e a única forma de isso ser feito é prolongar a aprendizagem para além da sala de aula e dentro da comunidade”, sublinhou John May, secretário geral do The Duke of Edinburgh’s International Award Foundation, durante a edição passada do prémio Infante D. Henrique, que se realizou na Madeira.

Na entrega das distinções, que se realiza nos Paços do Concelho, da Câmara Municipal do Funchal, vai estar presente Dom Duarte, Duque de Bragança.

Recomendadas

Olavo Câmara afirma que Orçamento do Estado é bom para a Madeira e “dá baile à direita”

O parlamentar madeirense destacou o facto de o Orçamento garantir o novo Hospital da Madeira como Projeto de Interesse Comum e de assegurar o seu cofinanciamento em 50% por parte do Estado, assim como salientou que está garantida a transferência de 220 milhões de euros do Orçamento do Estado para a Região.

Madeira está a preparar-se para eventual surto de coronavírus, garante Iasaúde

O presidente do Iasaude diz que a Madeira vai “criar condições nos diferentes setores”, mas que continua a achar que, neste momento, “a probabilidade é muito reduzida de ter um surto na região”.

Madeira: Sidraria do Santo da Serra inaugurada amanhã

Oportunamente, o projeto será complementado com uma Sidraria Central, a instalar na ex-Biofábrica, na Camacha, que, para além de conferir o necessário apoio laboratorial às sidrarias locais, vai dispor de equipamento mais evoluído para produzir sidras naturais mais elaboradas (método “charmat” para sidra gaseificada e método “champanhês” para produzir sidra espumante).
Comentários