Bankinter lança Plataforma Bankinter Broker e Conta Broker

A Bankinter Broker foi desenvolvida de modo a ser simples, rápida e intuitiva para os Clientes particulares que queiram investir, especialistas ou não na linguagem do mercado de capitais.

Já tinha sido anunciado e foi agora concretizado. O Bankinter acaba de lançar a nova plataforma Bankinter Broker, “uma nova solução digital que permite aos seus Clientes investir em ações e ETF’s, bem como aceder a informação de suporte à decisão de investimento, como notas dos analistas do Bankinter Research, com informação de Bolsas, Moedas, Taxas de Juro e notícias da atualidade”.

A acompanhar o lançamento da nova plataforma de investimento, o Bankinter lança também a conta Conta Broker, disponível para Clientes Bankinter através de subscrição online, “sem comissões de gestão de conta e que oferece descontos no preçário de bolsa aos clientes que realizem transações através da plataforma Bankinter Broker”.

“A nova Conta Broker oferece ainda uma remuneração para depósitos à ordem de 1% TANB, para montantes até cinco mil euros, garantida nos primeiros três meses”, explica o banco.

A Bankinter Broker foi desenvolvida de modo a ser simples, rápida e intuitiva para os Clientes particulares que queiram investir, especialistas ou não na linguagem do mercado de capitais.

 

Relacionadas

Bankinter lança plataforma ‘Broker Online’ para clientes particulares

Renato Pereira, gestor da equipa de Fundos e Valores do Bankinter Portugal, explicou que a plataforma vai substituir uma ferramenta que o banco já tinha há muitos anos. “As principais novidades têm a ver com o facto de termos mais títulos, mais mercados, e agora disponibilizamos, dos ETF mais líquidos no mercado”, sublinhou.
Recomendadas

BES. Solução para sucursais exteriores pode abranger cerca de 300 pessoas

Em declarações à Lusa, António Borges, presidente da direção da entidade, congratulou-se por, “finalmente, o Governo ter enquadrado os restantes lesados numa solução”, depois de um comunicado do gabinete do primeiro-ministro ter revelado que o Governo propôs às associações de lesados das sucursais exteriores do BES uma solução semelhante à do Banif, que prevê a delimitação de lesados não qualificados com vista à criação de fundo de recuperação.

BPI vai sair de bolsa a 1,47 euros, dois cêntimos acima da proposta do CaixaBank

CaixaBank vai pagar 1,47 euros por cada ação aos acionistas do BPI. Nos próximos três meses haverá uma ordem permanente de compra, permitindo aos acionistas do BPI venderem as suas ações ao grupo bancário espanhol.

Sindicato dos Quadros e CGD chegam a acordo para aumento salarial de 0,75%

O Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários concluiu revisão salarial do acordo de empresa com a CGD. O pagamento será feito em dezembro, com efeitos a 1 de janeiro de 2018.
Comentários