Abreu lança curso sobre o mercado de cripto ativos

O curso vai abordar os desafios jurídicos e fiscais do mercado português e europeu e será lecionado em língua inglesa em formato online.

O Instituto de Conhecimento da Abreu Advogados vai promover, entre os dias 13 e 22 de setembro de 2021, um curso exclusivamente dedicado ao mercado de cripto-ativos e às formas alternativas de financiamento em Portugal.

Em comunicado a Abreu Advogados explica que “o curso centra-se nos desafios jurídicos e fiscais do mercado português e europeu e será lecionado em língua inglesa em formato online, através de sessões síncronas de ZOOM, entre as 17h e as 19h, durante os dias úteis, num total de 16 horas”.

Sobre o curso, Diogo Pereira Duarte, sócio contratado da Abreu Advogados e um dos coordenadores da formação referiu que “este curso, o primeiro do género em Portugal, pretende explicar e desmistificar as questões jurídicas e fiscais que incidem sobre o mercado nacional e conta com uma metodologia e uma equipa especializada para podermos ir ao encontro daquelas que são as principais dúvidas dos investidores”.

“O nosso país tem um grande potencial de investimento em cripto-ativos e temos vindo a sentir que há uma procura e predisposição cada vez maior de investidores nacionais e, sobretudo, internacionais para apostarem no nosso país”, destacou Diogo Pereira Duarte.

Os interessados podem inscrever-se numa página criada pelo Instituto de Conhecimento da Abreu Advogados para este curso.

 

Recomendadas

Firmas de ‘private equity’ estão mais bem posicionadas para crescer nos próximos 12 meses

A conclusão é da 9ª edição do European M&A Outlook, elaborado pela sociedade de advogados CMS e pela Mergermarket, e divulgado esta terça-feira. “As private equity internacionais com muita liquidez encontram em Portugal ativos interessantes”, diz ao JE o sócio João Caldeira.

Rogério Fernandes Ferreira: “Novos escalões do IRS? Temos que ver se o Estado está disposto a ter menos receita fiscal”

Irá esta medida aliviar a carga fiscal sobre a classe média? Seria mais vantajoso que existissem menos escalões do IRS com taxas mais reduzidas? Advogado Rogério Fernandes Ferreira, managing partner da RFF Advogados e antigo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, explica ao JE o que está em causa.

CCA associa-se às Nações Unidas na promoção da igualdade de género

A sociedade de advogados é a 25ª empresa em Portugal a assinar o compromisso conhecido como Women’s Empowerment Principles (WEP).
Comentários