Acesso ao Museu Nacional do Rio de Janeiro desimpedido para ações de prevenção

A entrada no edifício estava bloqueada por causa do risco de desabamento.

Marcelo Sayao/EPA via Lusa

O prédio do Museu Nacional do Rio de Janeiro, assolado pelas chamas há quase duas semanas, será desimpedido apenas para serviços de prevenção e estabilização do edifício. A decisão foi divulgada pela Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil do Rio (Subpdec), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública. O local foi atingido pelo incêndio no último dia 2, que destruiu 90% do arquivo que reunia 20 milhões de peças.

A Subpdec informa em nota que a Universidade Federal do Rio de Janeiro assumirá responsabilidade técnica. “Uma equipa de engenheiros da Universidade Federal do Rio de Janeiro assumiu a responsabilidade técnica – condição determinante para o desimpedimento – e, a partir de agora, fica encarregada de serviços emergenciais, de prevenção e estabilização da edificação”

O edifício estava interdito desde o incêndio, por causa do risco de desabamento da estrutura interna. A equipa de engenheiros da UFRJ vai fazer obras de contenção dos escombros. Nesta etapa serão iniciadas as buscas a restos do arquivo que tenham escapado do incêndio.

Porém, de acordo com assessoria de imprensa da UFRJ, o prédio do Museu Nacional permanece interdito pela Polícia Federal até que seja concluído o processo para aquisição de lona de cobertura que vai proteger o arquivo que estiver sob os escombros.

Recomendadas

Cinco ‘rooftops’ perfeitos para fechar um negócio

Se quer fugir às tradicionais salas de reuniões e procura um ambiente diferente para a reta final de uma negociação, o JE sugere-lhe sete espaços que o vão ajudar a descontrair e promover o (tão aguardado) aperto de mãos.

Rio de Janeiro vai ser Capital Mundial da Arquitetura em 2020

A cidade brasileira foi designada Capital Mundial da Arquitetura em 2020, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), anunciou esta sexta-feira esta entidade, na sua sede, em Paris.

Jogo VIP em Macau contribui com mais de metade do total arrecadado pelos casinos

As receitas geradas pelo jogo VIP em 2018 cresceram 9,3%, para 166,097 mil milhões de patacas (18,029 mil milhões de euros), contribuindo com mais de metade do total arrecadado pelos casinos de Macau.
Comentários