Acionistas da EDP Renováveis aprovam dividendo de 0,08 euros por ação

Em comunicado divulgado no site da CMVM, a empresa liderada por João Manso Neto informou que a Assembleia Geral, realizada por meios telemáticos devido ao surto do novo coronavírus, aprovou o pagamento de dividendos num total de 69,78 milhões de euros,

Cristina Bernardo

Os acionistas da EDP Renováveis aprovaram esta quinta-feira em Assembleia Geral pagamento de um dividendo de 0,08 euros por ação relativo ao exercício de 2019, perfazendo um montante global de 69,78 milhões de euros informou a empresa, em comunicado divulgado no site da CMVM.

A empresa liderada por João Manso Neto informou que a proposta foi aprovada numa reunião magna realizada por meios telemáticos devido ao surto do novo coronavírus.

A 20 de fevereiro a EDP Renováveis anunciou que os lucros subiram 52% para 475 milhões de euros em 2019, A contribuir para este resultado esteve o aumento de capacidade, o maior preço médio de venda, impactos cambiais positivos, maior recurso eólico, com as receitas a aumentarem para 1.824 milhões, mais 7%.

 

Relacionadas

Lucros da EDP Renováveis sobem 52%. Dividendo sobe para oito cêntimos

Mais potência, mais vento, preços mais altos e impactos cambiais positivos fizeram a companhia atingir 475 milhões de euros de lucros. O dividendo da companhia vai subir este ano de sete para oito cêntimos, com o conselho de administração a propor distribuir 69,8 milhões aos seus acionistas.
Recomendadas

Serão os jogadores a pagar a crise no futebol português? Amanhã há ‘Jogo Económico

Numa crise sem precedentes, alguns dos clubes mais poderosos do mundo já anunciaram cortes significativos nos salários. Como será em Portugal? Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol, é o convidado do programa ‘Jogo Económico’ que vai para o ar esta sexta-feira.

Parlamento quer ouvir Miguel Frasquilho sobre lay-off da TAP a 14 de abril

Assembleia da República aprovou por unanimidade a proposta do Bloco de Esquerda para ouvir, “com carácter de urgência”, o presidente do Conselho de Administração da TAP sobre a situação atual da empresa e a política laboral e comercial.

Diretores de jornais e revistas lançam apelo: diga não à pirataria

Numa iniciativa inédita, os diretores dos principais jornais e revistas de Portugal juntaram-se num apelo conjunto aos leitores para que digam não à pirataria. O jornalismo de qualidade só será viável se tiver o apoio dos seus leitores.
Comentários