PremiumAcordo do Reino Unido com Bruxelas depende de unionistas irlandeses

Com a ala mais radical do Partido Conservador acalmada pela vitória de Boris Johnson em Bruxelas,o primeiro-ministro tem até amanhã para convencer o DUP a alinhar na proposta, agora sem “backstop”.

No que ao Brexit diz respeito, o dia de hoje, 18 de outubro de 2019, é precisamente igual ao dia 27 de novembro do ano passado: o primeiro-ministro britânico vai tentar convencer a cúpula do Partido Unionista Democrático (DUP), da Irlanda do Norte, a alinhar com os conservadores na Câmara dos Comuns para a aprovação do acordo de saída da União Europeia. O que torna aquele dia de novembro – quando a então primeira-ministra Theresa May, vinda do País de Gales, foi a Belfast com o mesmo caderno de encargos – ligeiramente diferente é o facto de o chefe de o executivo londrino ser agora Boris Johnson.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Relacionadas

Brexit: Parlamento britânico vota hoje acordo negociado por Boris Johnson

A Câmara dos Comuns vai reunir hoje para debater e votar o novo acordo para o ‘Brexit’ negociado pelo primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, concluído na quinta-feira com a União Europeia (UE).
Recomendadas

PremiumHuawei e JE debatem esta terça-feira o papel da tecnologia na recuperação económica

Arranca esta terça-feria o ciclo de conferências online promovido pelo JE e Huawei sobre que papel vai desempenhar a tecnologia na recuperação económica. Assista em direto às 11h00 no site e nas redes sociais do JE.

PremiumEquipamentos de proteção individual geram 110 denúncias junto da Deco

Deco diz que cobrança é ilegal se consumidor não for informado previamente. Associação de Administradores Hospitalares defende referencial máximo no privado.

PremiumCEO da Transavia: “Portugal é o nosso primeiro mercado”

Nathalie Stubler diz que as medidas tomadas no nosso país facilitaram a reabertura das operações.
Comentários