Acordo Ortográfico: Acentos, consoantes mudas e hífen podem voltar

Documento de aperfeiçoamento do Acordo Ortográfico de 1990 foi aprovado na quinta-feira e propõe que as consoantes mudas e os acentos gráfico e circunflexo, em alguns vocabulários, regressem.

A Academia de Ciências de Lisboa divulgou, hoje, um texto onde salientou que o documento “Sugestões para o aperfeiçoamento do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa” de 1990 se trata de “um contributo que resulta de aturada reflexão em torno da aplicação da nova ortografia e sobre algumas seis particularidades e subtilezas da língua portuguesa que não podem ser ignoradas em resultado de um excesso de simplificação”.

Para tal, a Academia, no estudo aprovado em plenário na passada quinta-feira, propõe o retorno das consoantes mudas, por exemplo, de palavras como “recepção” e “inspeccionar”.

Mas não é a única alteração. De acordo com o estudo apresentado, o acento agudo em palavras homógrafas (palavras com pronúncia e grafia iguais) vai voltar. Exemplo disso é a palavra “pára”, do verbo parar, que é facilmente confundida com a preposição “para”.

Também é possível o regresso do acento circunflexo em diferentes expressões que são homógrafas a outras. “Pelo” volta a ser “pêlo”, para não ser confundida com a preposição “pelo”, tal como acontece com o verbo “pôr” que acaba por se confundir com a preposição “por”.

Relativamente às consoantes mudas, nos casos em que geram uma concordância absoluta de sons (palavras homófonas), propõe a Academia os termos “aceção”, quando usado como “sentido”, que se confunde com “acessão” de consentimento, “corrector” (quem corrige), com a palavra “corrector” (intermediário), “óptica” (visão), com “ótica” (audição).

“Convém esclarecer o que se entende por ‘aperfeiçoamento’: aperfeiçoar o Acordo Ortográfico não significa rejeitar a nova ortografia, mas antes aprimorar as novas regras ortográficas e retocar determinados pontos para fixar a nomenclatura do Vocabulário e do Dicionário da Academia”, remata a ACL”, encontra-se no mesmo texto divulgado.

Ler mais
Recomendadas

Hospital de Santa Marta já colocou “corações artificiais” em 15 crianças

Quinze crianças que nasceram com problemas cardíacos graves receberam nos últimos 15 anos, no Hospital Santa Marta, em Lisboa, um “coração artificial externo” que lhes permitiu viver até recuperarem ou fazer o transplante.

Manifestação ecologista no terminal de jatos privados de Genebra reúne uma centena de pessoas

Cerca de uma centena de pessoas juntaram-se este sábado no aeroporto de Genebra, respondendo a um apelo do movimento ecologista Extinction Rebellion para bloquear o acesso ao terminal reservado a jatos privados e exigir o fim deste modo de transporte.

Autómovel Club de Portugal quer capacetes obrigatórios para trotinetes e bicicletas elétricas

A ação em tribunal pede a ilegalidade de regulamento que dispensa o uso de capacetes por parte dos condutores.
Comentários