Advogados, solicitadores e agentes de execução mantêm rendimento mesmo com incapacidade temporária

A Direção da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores (CPAS) desenvolveu com a companhia de Seguros AIG uma solução de proteção dos seus beneficiários, sob a forma de um Seguro de Acidentes Pessoais e de Doença cujos prémios serão assumidos pela CPAS, ou seja, sem custo para os Beneficiários, anunciou a Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores, em comunicado.

Tiago Petinga / Lusa

A Direção da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores (CPAS) desenvolveu com a companhia de Seguros AIG uma solução de proteção dos seus beneficiários, sob a forma de um Seguro de Acidentes Pessoais e de Doença cujos prémios serão assumidos pela CPAS, ou seja, sem custo para os Beneficiários, anunciou a Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores, em comunicado.

Na nota é referido que os advogados, solicitadores e agentes de execução irão passar a beneficiar de um Plano de Proteção de Rendimentos que lhes garantirá o pagamento de um subsídio diário em situação de incapacidade temporária absoluta por doença ou acidente, caso a proposta da Direção da CPAS seja votada favoravelmente no Conselho Geral da CPAS do próximo dia 27 de Outubro.

“Esta solução de proteção de rendimentos vem dar resposta a um anseio dos profissionais liberais, advogados, solicitadores e agentes de execução e consiste numa resposta assistencial da CPAS acrescida em caso de doença ou acidente”, diz aa Caixa em comunicado.

Com esta iniciativa, a Direção da CPAS “pretende alargar de forma expressiva a sua capacidade de apoiar os beneficiários em situação de especial debilidade por doença temporária ou acidente com lesões corporais incapacitantes, já que a nova solução garante o pagamento durante 6 meses de uma prestação pecuniária equivalente a 70% da remuneração convencional mensal declarada pelo Beneficiário”, adianta a Caixa de Previdência.

 

Recomendadas

CPAS aprova plano de proteção de rendimentos para advogados, solicitadores e agentes de execução com incapacidade temporária de trabalho

O seguro de acidentes pessoais e de doença foi desenvolvido pela AIG e permite que os beneficiários beneficiem de uma proteção que lhes garante, nas situações previstas, o pagamento equivalente a 70% da remuneração convencional mensal por si escolhida, sendo que os prémios são assumidos pelo sistema de previdência.

Legal design. O triângulo entre tecnologia, Direito e design que está a entrar a advocacia

“A tecnologia não nos está a substituir. Temos de utilizá-la, dizer que dados pretendemos e para quê. Claro que são ferramentas novas, mas nós continuamos a ser os profissionais”, garante Alexandre Zavaglia Coelho, CEO da consultora brasileira Legal Score.

Optimal assessora AdeA na compra da portuguesa Safebox

As duas empresas operam na área da gestão de arquivos e documentos.
Comentários