Afinal, quanto plástico reciclamos na Europa?

Em Portugal, o nível de reciclagem encontra-se ligeiramente acima dos 30%, ainda acima da média, ficando à frente de Luxemburgo mas atrás de países como Itália, Grécia, Reino Unido e Suécia.

Com as fortes investidas ao nível da reciclagem, nomeadamente do plástico, o Eurostat estima que tenham sido enviadas para a reciclagem, e efetivamente recicladas, cerca de 42% das embalagens plásticas. Em sete países estados membros, mais de metade das embalagens plásticas geradas foram recicladas.

Ainda assim, este valor referente a 2017 apresenta um ligeiro decréscimo ao que tinha sido registado em 2016, com uma diferença de 0,5 pontos percentuais.

No entanto, em comparação com 2005, a percentagem de plástico reciclado aumentou em 15,55%, sendo que em 2005 apenas se verifica a reciclagem de produtos gerados na ordem dos 26,6%. Esta é uma tendência que tem sido observada, ainda que em diferentes níveis, em todos os estados membros, com exceção da Croácia.

Assim, os níveis de reciclagem mais elevado, encontram-se países como a Lituânia, com 74%, Bulgária, com 65%, Chipre, com 62%, Eslovénia, com 60%, República Checa, com 59%, Eslováquia, com 52%, e Holanda, com 50%, situando-se ainda acima da média europeia.

Contrariamente, onde se reciclam menos embalagens plásticas estão países como Malta, com a taxa mais baixa com 24%, Estónia, França, Finlândia, com 27%. Irlanda, com 31%, Hungria, com 32%, Luxemburgo e Áustria, com 33%.

Em Portugal, o nível de reciclagem encontra-se ligeiramente acima dos 30%, ainda acima da média, ficando à frente de Luxemburgo mas atrás de países como Itália, Grécia, Reino Unido e Suécia.

Ler mais
Recomendadas

Iberdrola reduz o preço da electricidade em 50% durante 6 meses

A redução de 50% sobre o termo da energia estará em vigor até ao dia 31 de julho, anuncia a comercializadora do grupo espanhol.

EDP vai apoiar oito projetos sustentáveis e de energia renovável na África subsariana

Está previsto um financiamento de cerca de meio milhão de euros através do Fundo A2E (Access to Energy) para promover estes projetos em Moçambique, Quénia, Tanzânia, Maláui e Nigéria.

Menos emissões e mais reciclagem. Associação Zero destaca 12 números que devem mudar no ambiente

A Associação Zero alerta para alguns números que se têm de melhorar em Portugal, nomeadamente em metas propostas para este ano. No Dia Mundial do Ambiente, em que deve Portugal melhorar?
Comentários