África com mais 932 mortes por Covid-19 registadas em 24 horas

África registou nas últimas 24 horas mais 932 mortes por covid-19, alcançando um total de 77.684, e 30.855 novos casos de infeção, segundo os últimos dados oficiais da pandemia no continente

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados é de 3.207.639 e o de recuperados nos 55 Estados-membros da organização nas últimas 24 horas foi de 23.022, para um total de 2.617.110 desde o início da pandemia.

A África Austral continua como a região mais afetada, registando 1.493.136 infetados e 39.416 mortes. Só a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.311.686 casos e 36.467 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais afetada pela pandemia, com 1.014.705 infetados e 26.771 vítimas mortais. A África Oriental contabiliza 340.877 infeções e 6.364 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infeções é de 278.051 e o de mortes ascende a 3.595. Na África Central, estão contabilizados 80.870 casos e 1.538 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 8.473 mortos e 154.620 infetados, seguindo-se Marrocos, com 7.888 vítimas mortais e 457.625 infetados.

Entre os seis países mais afetados estão também a Tunísia, com 5.528 mortos e 175.065 infetados, a Argélia, com 2.827 óbitos e 103.381 casos, a Etiópia, com 2.023 vítimas mortais e 130.326 infeções, e o Quénia, com 1.726 óbitos e 98.859 infetados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Angola regista 428 óbitos e 18.679 casos, seguindo-se Moçambique (216 mortos e 25.004 casos), Cabo Verde (118 mortos e 12.776 casos), Guiné Equatorial (mantém os 86 óbitos e 5.316 casos registados na sexta-feira), Guiné-Bissau (mantém os 45 mortos e 2.478 casos registados na véspera) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 1.125 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.009.991 mortes resultantes de mais de 93,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Ler mais
Recomendadas

Vacinas da Pfizer e da AstraZeneca esperadas em Cabo Verde a partir de março

Através da plataforma Covax – o governo de Cabo Verde mantém contactos bilaterais para aceder a outros fornecimentos -, a primeira vacina a chegar ao país será a da Pfizer, que será aplicada aos profissionais de saúde “que estão na linha da frente” do combate à pandemia. Segue-se, explicou, ainda em “março ou início de abril” a entrega de mais de 100 mil doses da vacina da AstraZeneca.

Portugal tenciona “redirecionar” 5% das vacinas para PALOP e Timor-Lest

“Nenhum país do mundo estará seguro até que todos estejam seguros”, diz o primeiro-ministro, António Costa.

Standard & Poor’s baixa ‘rating’ de Cabo Verde para B-

A agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) baixou na sexta-feira o ‘rating’ de Cabo Verde para ‘B-’, mantendo-se abaixo do nível de recomendação de investimento, devido ao impacto económico da pandemia de covid-19 no turismo.
Comentários