Agências de viagens de Portugal e Espanha aliam-se para impulsionar turismo ibérico

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) e a Confederación Española de Agencias de Viajes (CEAV) “uniram forças para criar uma aliança ibérica” e “impulsionar” o turismo em ambos os países, anunciaram hoje as entidades.

“A partir de agora, a APAVT e a Confederación Española de Agencias de Viajes examinarão de forma conjunta todos os temas de interesse para o setor, como podem ser os casos das relações com fornecedores ou as normativas europeias, com o objetivo de alcançar uma posição conjunta”, referem as duas entidades, em comunicado.

“Além disto, comprometem-se a impulsionar a promoção turística entre Portugal e Espanha nos seus respetivos mercados, bem como a estudar a possível realização de uma Cimeira Ibérica de Agências de Viagens”, adiantam.

Durante uma reunião recentemente celebrada em Lisboa, liderada pelo presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, e pelo presidente da CEAV, Rafael Gallego Nadal, “ambas as organizações comprometeram-se a encorajar a promoção turística entre Portugal e Espanha nos seus respetivos mercados, promovendo dessa forma o desenvolvimento do negócio das agências de viagens e da economia de ambos os países”, acrescentam.

Relacionadas

Turismo sai a ganhar quando a Páscoa é em abril

As associações do setor da hotelaria e das agências de viagens consideram que a Páscoa quando celebrada em abril tem um impacto maior no Turismo, devido à melhoria do tempo e a uma maior distância de festividades como o Natal.

TAP vai reforçar ligações entre Portugal e Espanha em 2018

As rotas da TAP entre Portugal e Espanha, com destaque para Barcelona – Porto e Sevilha – Lisboa, estãoa ser promovidas pela companhia aérea nacional na FITUR, feira internacional de turismo que hoje se iniciou em Madrid.
Recomendadas

Novos limites da pesca da sardinha variam entre 1.575 e 4.725 quilogramas

Para as embarcações com comprimento superior a nove metros e inferior ou igual 16 metros o limite é 3.150 quilos (150 cabazes, quando aplicável).

OCDE admite que aumento da inflação pode persistir durante “algum tempo”

OCDE estima que os preços globais das ‘commodities’ em julho e agosto deste ano foram cerca de 55% mais altos do que no ano anterior. Organização admite que os aumentos dos preços das matérias-primas irá “demorar a desaparecer”.

Administradores de insolvência da Groundforce propõem manutenção da empresa

Bruno Costa Pereira e Pedro Pidwell indicam ainda que “se viu interposto recurso, por parte da devedora, da sentença que declarou a sua insolvência, o que, atento o disposto no art.º 209.º, n.º 2, do CIRE, levará a que a nova assembleia de credores para discutir e votar o plano possa não vir a reunir no ‘timing’ que seria desejável”.
Comentários