Albuquerque confirma que deputados do PSD Madeira vão votar contra OE2022 (com áudio)

O presidente do Governo da Madeira criticou algumas das medidas do Orçamento do Estado entre elas a transferência de menos 15 milhões de euros, quando a região vem de uma “crise devastadora” provocada pela pandemia de coronavírus, que afetou o turismo um setor de relevo para a economia regional.

O presidente do Governo da Madeira e do PSD Madeira, Miguel Albuquerque, confirmou que os três deputados do PSD Madeira na Assembleia da República vão mesmo votar contra o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), em declarações à comunicação social. O governante criticou algumas das opções constantes do orçamento entre as quais o corte de 15 milhões de euros à região autónoma.

Isto confirma o que já tinha sido dito esta terça-feira e quarta-feira pelo presidente do PSD, Rui Rio de que os deputados do PSD Madeira iam votar contra o OE2022, seguindo a restante bancada do PSD na Assembleia da República.

Albuquerque referiu que os deputados do PSD Madeira estão para defender os interesses da Madeira.

O presidente do executivo madeirense abordou também algumas áreas do OE2022. Entre elas a mobilidade aérea entre a Madeira e o Continente, que considerou uma “vergonha”, e criticou a falta de ligação marítima entre as regiões autónomas da Madeira e dos Açores ao território continental.

Albuquerque reforçou que a Madeira vem de uma “crise devastadora”, referindo-se à pandemia da Covid-19, que afetou um setor muito importante para a economia regional como é o turismo, e perante este cenário o Estado prevê transferir menos 15 milhões de euros para a Madeira.

Recomendadas

Covid-19. África do Sul ultrapassa três milhões de infeções

A África do Sul, que detetou a nova variante Ómicron e está a entrar na quarta vaga da pandemia, com um aumento exponencial de novas infeções, ultrapassou esta sexta-feira os três milhões de infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2, segundo números oficiais.

Portugal regista mais 2.535 casos positivos e 21 mortes por Covid-19

Nas últimas 24 horas, foram retiradas 14 pessoas em enfermaria, para um total de 902. Nos cuidados intensivos foi colocado mais um doente (129 no total).

OMS diz que medidas aplicadas para travar variante Delta devem funcionar com Ómicron

O diretor regional da OMS para o Pacífico Ocidental alertou ainda que “enquanto a transmissão continuar, o vírus pode continuar a sofrer mutações”.
Comentários