Alojamento turístico na Madeira com queda nas dormidas e proveitos

Há um decréscimo face ao mesmo período do ano passado em relação ao rendimento médio por quarto (RevPAR) no alojamento turístico em 4,2%, passando assim para os 49,57 euros. Quando se contabiliza apenas o setor da hotelaria, o RevPAR teve uma quebra de 4,9 em junho deste ano, passando para os 53,95 euros.

Os dados da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) de junho de 2019, relativos ao setor do alojamento turístico, apresentam quedas nas dormidas e nos proveitos totais, de 2,3% e 3,3% respetivamente, comparativamente ao período homólogo.

O total das dormidas do alojamento turístico na Região Autónoma da Madeira em junho rondou os 766,2 milhares, com proveitos totais a atingir os 39,1 milhões de euros.

Excluindo o alojamento local com menos de dez camas, as dormidas apresentaram uma diminuição de 3,4% face a junho de 2018, ao mesmo tempo que no país cresceram 5,6%, com proveitos totais de 11,8%.

A hotelaria concentrou 83,8% das dormidas, o que representa uma quebra de 4,3% em termos homólogos, enquanto o alojamento local aumentou 10,5% nas dormidas, representando 14,2% do total. O turismo no espaço rural e de habitação, responsável por 1,9% do total, teve um aumento de 5,3% nas dormidas face ao mesmo mês do ano passado.

Nos mercados tradicionais do alojamento turístico verificaram-se quebras. O mercado britânico, alemão e francês registaram variações de menos 8,9%, menos 8,8% e menos 5,5%, comparando com o período homólogo. Já o mercado nacional cresceu 8,3%.

Há ainda um decréscimo face ao mesmo período do ano passado em relação ao rendimento médio por quarto (RevPAR) no alojamento turístico em 4,2%, passando assim para os 49,57 euros. Quando se contabiliza apenas o setor da hotelaria, o RevPAR teve uma quebra de 4,9 em junho deste ano, passando para os 53,95 euros.

Ler mais
Recomendadas

Governo da Madeira satisfeito com aprovação de regime jurídico que permite guardas armados nos navios

O vice-presidente do Governo Regional disse que esta medida vai promover a competitividade do Registo Internacional de Navios.

Cinema na Madeira gera receita de 338 mil euros

O cinema da Madeira obteve mais 75 mil euros em receitas em comparação com o trimestre anterior.

Madeira: crédito a sociedades não financeiras cai 0,1%

O crédito malparado das sociedades financeiras fixou-se em 200 milhões de euros, no segundo trimestre.
Comentários