Alter Solutions vai contratar 200 profissionais para operação portuguesa em 2021

Atualmente, a Alter Solutions Portugal conta com mais de 375 trabalhadores, divididos entre os escritórios de Lisboa e do Porto.

Reuters

A consultora francesa Alter Solutions prevê contratar 200 novos profissionais este ano para reforçar a operação portuguesa, foi esta terça-feira anunciado. A consultora iniciou atividade em 2006, tendo entrado no mercado português em 2015. Atualmente, a Alter Solutions Portugal conta com mais de 375 trabalhadores, divididos entre os escritórios de Lisboa e do Porto.

Em comunicado, a consultora tecnológica adianta que vai procurar novos profissionais “nas áreas de DevOps, desenvolvimento mobile, ciência de dados, business intelligence, gestão de projetos, infraestruturas e quality assurance”. Além destas, a empresa quer reforçar as equipas de suporte á estrutura. Estas são as áreas que a empresa considera “chave para os próximos anos”.

O objetivo dos novos recrutamentos é aumentar a capacidade da operação da Alter Solutions, em Portugal. Isto porque a “crescente transformação digital das empresas, transversal a todos os sectores, e a contínua necessidade de profissionais qualificados nas tecnologias de informação” determinarão o futuro da operação nacional da Alter Solutions, segundo o chief operating officer da empresa em Portugal, Bernardo Estriga.

“Acreditamos que 2021 vai ser um ano determinante para dar continuidade ao posicionamento que temos vindo a afirmar junto dos nossos clientes”, acrescenta Bernardo Estriga. A grande aposta da Alter Solutions Portugal é o mercado internacional, que já representa 15% da operação.

No ano de 2020, apesar da pandemia, a tecnológica registou um crescimento de 25% do volume de negócios, para 13 milhões de euros, e conseguiu mais de 100 clientes ativos, em sectores como a banca, seguros e indústria.

“O ano de 2020 foi de adaptação das nossas práticas aos novos contextos que o mercado exige, sempre alinhadas com os objetivos estratégicos definidos para a empresa. Olhando para trás, podemos dizer que foi um ano muito positivo para a nossa atividade, ainda que altamente desafiante. Conseguimos angariar novos clientes, e iniciámos projetos muito estimulantes”, assegura Bernardo Estriga.

Ler mais
Recomendadas
Miguel Maya

CaixaBank espera lucros de 48 milhões do BCP apesar da provisões para créditos em francos suíços na Polónia

Apesar das provisões de 121 milhões por causa dos créditos hipotecários em francos suíços, o CaixaBank estima que o BCP apresente resultados líquidos no primeiro trimestre de 48 milhões de euros.

Galp distribui dividendo de 35 cêntimos a partir de 20 de maio

A Galp anuncia que aos acionistas que os dividendos se encontram a pagamento a partir do dia 20 de maio de 2021, com as ações a entrarem em ex-dividendo no dia 18. A “record date é a 19 de maio de 2021”, disse a empresa.

Holding da família Queiroz Pereira comprou mais 0,02% da Semapa

A Sodim, SGPS comunicou à Semapa – Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, “que hoje adquiriu em bolsa 1.816 acções, representativas de 0,002% do capital social da Semapa”.
Comentários