PremiumAltice, NOS e Vodafone querem que licenças do 5G custem metade do valor do 4G

Altice, NOS e Vodafone enviam carta a António Costa onde sustentam que licenças e taxas do espetro devem ter desconto de 50% face ao 4G.

A Altice, a NOS e a Vodafone enviaram uma carta ao primeiro-ministro António Costa, onde pedem que os valores pedidos pela atribuição das licenças de tecnologia móvel de quinta geração (5G) e as taxas de utilização de espetro não ultrapassem os 50 milhões de euros por cada operador, o que corresponde a cerca de metade do valor pago pelo 4G em 2011.

Na missiva, a que o Jornal Económico teve acesso, os CEO das três operadoras manifestam “grande preocupação e apreensão” relativamente às condições em que será implementada a tecnologia 5G em Portugal. Recorde-se que o leilão para atribuição de frequências está previsto para abril.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Novo Banco contrata investigadores privados para seguir Nuno Vasconcellos

O Novo Banco tomou esta decisão para recolher informação e material que possa ser utilização em eventuais ações judiciais de cobrança de dívias que a Ongoing deixou por pagar em Portugal
Supermercados

Vendas do Grupo DIA caíram 9% em 2019, mas há uma tendência de mudança em Portugal

O grupo retalhista presente no mercado nacional garante sinais de inflexão de queda na operação em Portugal, mas não revela números.

Coronavírus: Ligações da Easyjet a partir de Portugal para Itália não serão afetadas por enquanto

A easyJet diz que, por enquanto, os voos da companhia entre Portugal e Itália não estão afetadas e que está a acompanhar o evoluir da situação no norte de Itália, onde o Covid-19 já matou 14 pessoas e infetou pelo menos 400.
Comentários