Alunos do ‘Sharing School’ em campo de férias internacional na Rússia

Aperfeiçoar o russo, conhecer novas culturas e potenciar a aquisição de conhecimentos são alguns dos objetivos desta viagem que decorre até ao próximo dia 17 de Outubro,

Um grupo de sete alunos do MYP 2 ao MYP 4 (equivalentes do 6º ao 9º ano de escolaridade do ensino nacional) do Colégio Internacional Sharing School partiram ontem rumo à Rússia, onde vão participar no campo de férias internacional ARTEK.

A viagem inclui uma visita a Moscovo antes da integração no ARTEK cuja agenda inclui atividades variadas, excursões e jogos internacionais.

Até 15 de outubro, os alunos vão também ter acesso a aulas, com destaque para a componente linguística e o aperfeiçoamento do russo que têm aprendido no Colégio Internacional Sharing School desde o MYP 1 (equivalente ao 5º ano de escolaridade do ensino nacional. Haverá também uma componente de diplomacia internacional que será dada pela Academia Diplomática do Ministério de Negócios Estrangeiros da República Federal da Rússia.

Por forma a não ficarem desatualizados nos conteúdos curriculares, os alunos vão ter aulas à distância via Skype com os professores e restantes colegas do Colégio Internacional Sharing School.

De referir que os jovens estão acompanhados durante a viagem pela professora de russo, Maria Marochkina, e regressam à Região a 17 de Outubro.

Esta viagem foi possível graças às parcerias estabelecidas entre a Sharing Foundation e o Colégio Internacional Sharing School e vários parceiros russos, entre os quais o ARTEK e a Academia Diplomática do Ministério de Negócios Estrangeiros da República Federal da Rússia, que asseguraram todas as despesas logísticas, tendo os alunos apenas pago as passagens aéreas.

Ler mais
Recomendadas

Deco alerta para contratações de prestação de serviços com recurso a créditos ao consumo

Antes de assinar um contrato de crédito ao consumo, o consumidor deve ser informado de forma clara sobre as características – comissões, prazo, taxas de juro, entre outras, para poder avaliar os encargos que suportará com esta contratação.

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.

PAN quer no mínimo dois deputados na Assembleia da Madeira

As bandeiras do partido são a saúde, o combate à corrupção e tráfico de influências, a luta contra a pobreza e uma linha marítima entre a Madeira e o continente.
Comentários