ANACOM aprova redução de 10% no preço dos circuitos entre Continente e ilhas

O objectivo desta medida passa por criar as condições para que todas as empresas de telecomunicações estejam nas Regiões Autónomas com toda a gama de serviços e que se reduza o preço final ao cliente.

O conselho de administração da ANACOM reuniu-se no Funchal e aprovou a redução em 10% dos circuitos entre o Continente, Açores e a Madeira.

Esta medida explicou o presidente da ANACOM, João Cadete de Matos, tem por objectivo que todas as empresas de telecomunicações estejam presentes nas Regiões Autónomas com toda a gama de serviço e que se criem as condições para que se baixe os preços no cliente final.

A ANACOM mostrou também a sua satisfação por estar inscrito no Orçamento do Estado para 2019 verbas para o cabo submarino que liga o Continente à Madeira e aos Açores.

Uma das preocupações que a ANACOM tem demonstrado, relativamente à Madeira, acrescentou o presidente do regulador da comunicação está relacionada com a qualidade do serviço e a cobertura de telecomunicações em todas as zonas da ilha.

O conselho de administração da ANACOM vai também passar a reunir-se em todas as suas delegações onde se inclui a Madeira, Açores e o Porto.

João Cadete de Matos alertou ainda para a necessidade de se criarem as condições para que se façam investimentos no cabo submarino, tendo em conta que se aproxima do seu ciclo final de vida, e que em 2019 é a altura ideal para existir uma solução.

De referir que desde 2015 existiu uma redução de 85% no preço dos circuitos entre o continente e as ilhas nos cabos submarinos.

Ler mais
Recomendadas

Vale a pena procurar a época baixa pelo mundo fora, no final, vai conseguir poupar

Viajar em meses de época baixa pode permitir poupar valores consideráveis e vai permitir-lhe conhecer destinos concorridos em ambiente tranquilo, longe das multidões típicas da época alta.

Estas são as recomendações da Nielsen para uma Black Friday de sucesso

A Black Friday aproxima-se e marcas e retalhistas já estão a implementar as suas estratégias para conseguirem alcançar um aumento de vendas dos seus produtos e serviços. Conheça as recomendações da Nielsen para a sexta feira ‘louca’ dos descontos.

PremiumPagar menos luz? Basta baixar potência contratada, diz Governo. BE reage: “É errado”

O Ministro da Transição Energética aconselhou, na semana passada, famílias a baixar potência da energia para pagar menos IVA. Bloco responde a repto de Matos Fernandes: “declaração é errada”, pois “não há nenhuma ligação” entre potência contratada e formas de consumos, pelo que “não faz sentido” que o imposto vai ser reduzido na potência contratada mais baixa, de 3,45 kVA.
Comentários