António Costa pretende plano para preparar reabertura do comércio

Governo só deve começar a pensar nesse plano depois de António Costa reunir, na terça-feira, com economistas para perceber o papel das políticas públicas na recuperação económica do país e se a crise criou uma mudança estrutural na economia.

O primeiro-ministro, António Costa, vai reunir-se com economistas e representantes dos organismos nacionais que fazem previsões económicas para perceber “as fragilidades que a economia ainda tem” no dia 14 de abril (terça-feira) , dá conta o semanário “Expresso” esta sexta-feira, 10 de abril. O encontro deverá servir de ponto de partida para o Governo trabalhar num plano para reabrir o comércio.

Os representantes do Instituto Nacional de Estatística, do Conselho de Finanças Públicas, do Banco de Portugal, do ISEG e da Universidade Católica vão procurar explicar a António Costa o papel das políticas públicas na recuperação económica do país, se a crise criou uma mudança estrutural na economia e se há possibilidades de reconversão de empresas, para reduzir a dependência de países terceiros em produtos essenciais.

A incerteza na evolução da pandemia da Covid-19 tem adiado o “regresso à normalidade”, com escolas fechadas pelo menos até ao início de maio e manutenção das normas de isolamento social a agravarem crise económica. Mas o Governo estará já a pensar no que fazer quando o Estado de Emergência terminar, embora – tal como o JE noticiou na quinta-feira -, o Executivo esteja preparado para manter o Estado de Emergência até ao dia 17 de maio.

Relacionadas

Covid-19. Catarina Martins adverte que BE “não vai aceitar austeridade” pós-pandemia

O futuro, defendeu, “vai exigir muito investimento público e uma estratégia que não passe por o turismo ter este peso no PIB, e uma “reabertura dos setores da economia por fases”, assumiu Catarina Martins.

Governo preparado para manter estado de emergência até 17 de maio

Incerteza na evolução da pandemia adia “regresso à normalidade”, com escolas fechadas pelo menos até ao início de maio e manutenção das normas de isolamento social a agravarem crise económca.
Recomendadas

“Salvar as empresas e preservar o emprego”. Conheça as prioridades de António Costa Silva para recuperar a economia

O gestor, atualmente presidente da Partex, a quem o Primeiro Ministro pediu o plano de recuperação diz que tem de se evitar que a economia “entre em estado de coma”. António Costa Silva diz que o Estado vai ter de ser interventivo e que o novo modelo económico tem de estar assente no investimento nas infraestruturas (físicas e digitiais) e na reconversão industrial.

Infografia | Nove em cada dez casos novos de Covid-19 foram na região de Lisboa e Vale do Tejo

O mapa mostra, concelho a concelho, a evolução dos casos da doença nas últimas 24 horas em Portugal. O país registou mais 257 novas confirmações de infeção por coronavírus. Segundo a ministra da saúde, a região de Lisboa e Vale do Tejo representou, em média, 85% dos novos casos nos últimos oito dias.

Governo assegura alternativa para moradores sem condições para isolamento

A criação de um plano de realojamento de emergência para as pessoas que vivam em habitações precárias e sobrelotadas foi anunciado pelo Governo na sexta-feira, após o Conselho de Ministros, que aprovou medidas para a terceira fase de desconfinamento no âmbito da covid-19.
Comentários