António Costa procede a mini-remodelação e muda quatro secretários de Estado

Ana Pinho secretária de Estado da Habitação e Alberto Souto, secretário de Estado adjunto do ministro das Infraestruturas também vão sair do executivo de António Costa, avança hoje o jornal Público.

John Thys/EPA

O primeiro-ministro, António Costa aprovou a saída do secretário de Estado das Pescas José Apolinário para a presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, uma decisão que poderá motivar outras remodelações no Governo avançou o jornal “Público” esta terça-feira, 15 de setembro.

As outras mudanças remetem para Ana Pinho, secretária de Estado da Habitação desde julho de 2017, que vai abandonar o executivo de António Costa. Segue-se Alberto Souto, secretário de Estado adjunto do ministro das Infraestruturas, que passará a ocupar um cargo no Banco de Fomento. O secretário de Estado para as Autarquias, Carlos Miguel, também deverá sair do Governo. O Público também dá nota que as mudanças vão abranger apenas secretários de Estado.

O último elemento do Governo a abandonar o Governo foi Mário Centeno que deixou o cargo de ministro das Finanças para trás em junho e seguiu para a governação do Banco de Portugal.

 

 

Relacionadas

Técnicos da Direção de Veterinária escrevem carta aberta crítica a António Costa

Sobem de tom as contestações à decisão do Governo de transferir as competências da DGAV sobre animais de companhia, do Ministério da Agricultura para o Ministério do Ambiente, na sequência dos animais mortos num incêndio num canil ilegal em Santo Tirso, a 20 de julho passado.

António Costa reitera que apoio a Luís Filipe Vieira nada tem a ver com política

“Mais uma razão acrescida para que não misture de forma alguma aquilo que são as minhas responsabilidades enquanto agente político com coisas que rigorosamente nada têm ou tiveram a ver com a minha vida política ou funções”, disse o primeiro-ministro.
Recomendadas

Parlamento discute hoje e vota referendo sobre a eutanásia na sexta-feira

O parlamento discute hoje e vota na sexta-feira uma proposta de referendo sobre a eutanásia, que divide direita e esquerda, mas em que há um bloco maioritário para a “chumbar”, do PS, BE, PCP, PAN e PEV.

OE2021: Federação sindical pediu alterações ao BE e ao PS

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (FESAP) pediu hoje aos deputados do Bloco de Esquerda e do Partido Socialista que proponham alterações ao Orçamento do Estado (OE) para 2021 que respondam às reivindicações dos funcionários públicos.

Marcelo promulga diploma que reduz debates europeus na AR para dois por semestre

O Presidente da República promulgou hoje o diploma aprovado por PS e PSD que reduz os debates europeus no parlamento para dois por semestre, depois de ter vetado uma primeira versão que previa apenas um por semestre.
Comentários