António Jaime Martins candidata-se a bastonário da Ordem dos Advogados

O advogado António Jaime Martins formalizou esta segunda-feira a sua candidatura a Bastonário da Ordem dos Advogados para o triénio 2020-2022. João Massano é candidato ao Conselho da Ordem em Lisboa e Ana Sofia de Sá Pereira é candidata no Porto.

Fazer Diferença

A candidatura de Jaime Martins, denominada “Fazer a Diferença” integra Paulo Graça, atual presidente do Conselho de Deontologia de Lisboa e candidato a presidente do Conselho Superior, e Jorge Bacelar Gouveia, atual oresidente do Conselho Fiscal da Ordem dos Advogados e candidato a novo mandato.

A advogada Ana Sofia de Sá Pereira, antiga vogal do Conselho Geral da Ordem dos Advogados, é candidata a Presidente do Conselho Regional do Porto, numa candidatura que acrescenta ao lema nacional, o lema regional “Norte com Advocacia Forte”.

“António Jaime Martins definiu como prioridades para o seu mandato como Bastonário da Ordem dos Advogados a recuperação do papel ativo da Ordem dos Advogados no processo legislativo. A nova equipa tem vindo a trabalhar e tem já preparado um conjunto de propostas de alterações legislativas, a apresentar após a eleição, com o objetivo de melhorar o acesso ao direito e à justiça por parte dos cidadãos e empresas”, referiu a candidatura, numa nota hoje divulgada.

Adiantou: “será também adotado um conjunto de medidas para defender a advocacia preventiva como essencial à segurança dos negócios jurídicos de que depende o desenvolvimento económico do país.”

Prioridade é, ainda, pôr termo à generalização da prática judiciária de intimar advogados a depor em processos crime contra os seus constituintes, a resolução da situação de desproteção em que se encontram os advogados impossibilitados de trabalhar por motivo de incapacidade ou doença e a revisão da tabela de honorários no âmbito do Sistema de Acesso ao Direito e aos Tribunais.

Integram ainda a lista os advogados João Massano, atual vice-presidente do Conselho Regional de Lisboa, sendo também candidato a presidente deste órgão, e Alexandra Bordalo, atual vice-presidente do Conselho de Deontologia de Lisboa e candidata a Presidente deste órgão.

António Jaime Martins é o atual presidente do Conselho Regional de Lisboa, o mais representativo da Ordem dos Advogados, cumprindo o segundo mandato.

Ler mais
Relacionadas

Advogada Ana Luísa Lourenço apresenta candidatura a bastonária

A jurista de Alcochete apresentou a candidatura a bastonária da Ordem dos Advogados esta terça-feira, em Lisboa.

PremiumFisco avança com execuções a 500 advogados com dívidas à Ordem

Advogados que tenham quotas em atraso e não pagarem voluntariamente podem ser alvo de ações executivas. Já foram formalizadas 500 execuções fiscais junto da AT nas duas mil interpelações feitas pela Ordem.

Advogado Luís Menezes Leitão critica voto eletrónico nas eleições da Ordem

“É imprudente, com os problemas informáticos existentes e a fragilidade do sistema”, afirma o advogado e professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa ao Jornal Económico.
Recomendadas

PremiumDeloitte vai quase duplicar soluções na “App Store fiscal”

Os programadores da consultora irão, até ao final do ano, desenvolver mais aplicações móveis para automatizar os processos fiscais das empresas.

Operação Lex: Ordem dos Advogados vê com “grande preocupação” viciação do sorteio de processos em tribunais

A Ordem dos Advogados vê com “grande preocupação” a possibilidade de viciação do sistema electrónico de distribuição de processos nos Tribunais portugueses e apela a que o Conselho Superior de Magistratura assegure que este tipo de práticas “não poderá repetir-se”, depois de notícias que dão conta de que o ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Vaz das Neves, foi constituído arguido no processo Operação Lex, por aquele tipo de suspeitas de viciação.

PremiumNuno Faria: “Negócios entre Portugal e Irão estão em ponto morto”

O advogado Nuno Pinto Coelho de Faria realça que a escalada das tensões no Médio Oriente travou contactos “muitíssimo evoluídos” no setor farmacêutico.
Comentários