Art deco numa atmosfera de conforto e serviços do século XXI

O Pestana Hotel Group reforça a sua presença em Lisboa. Com um novo produto diferenciado no centro urbano, o grupo passa a contar com quatro hotéis na capital.

No dia 5 de novembro, abre portas o Pestana Lisboa Vintage, hotel citadino num edifício construído na fase final deste estilo arquitetónico surgido há um século. A filosofia vanguardista na génese da arquitetura que deu origem ao edifício na Rua Braamcamp foi exatamente o ponto de partida para o embelezamento do interior levado a cabo neste novo hotel do Pestana Hotel Group, pela mão do Arq.º Jaime Morais, que já colaborou com o grupo por diversas vezes.

Sinal da art deco que a exposição internacional de 1925, em Paris, eternizou, a receção apresenta-nos um icónico painel pintado à mão com garças, elemento frequentemente usado nesta época. As áreas públicas possuem características e ornamentos com o charme dos anos 20 do século passado, em que o dourado contrasta com o preto e com o branco.

Com uma localização privilegiada entre a esquina entre a Rua Braamcamp e a Rua Mouzinho da Silveira, a uma curta distância da Av. da Liberdade e da Praça Marquês de Pombal, que dá acesso direto aos principais locais da capital, o Pestana Lisboa Vintage tem 108 quartos, em que se incluem categorias como suites e estúdios que podem chegar a ter cerca de 30m2. Todos possuem um ambiente harmonioso onde as cores e características sofisticadas do contemporâneo, se cruzam com o estilo deco. São oferecidas aos clientes amenities da Castelbel.

Alguns quartos possuem varanda e a maioria está equipada com kitchenette, o que facilita o dia-a-dia em estadias longas. No que diz respeito à tecnologia, encontra-se à disposição wi-fi gratuito, televisão LCD com streaming para música e tomadas USB. No último piso do edifício, encontra-se um lounge, uma confortável sala de estar para trabalhar ou apenas para ser desfrutada em momentos de descontração e que dá a acesso a varandas onde Lisboa se perde de vista.

A contrastar com o estilo do hotel, o restaurante SLANG apresenta uma decoração arrojada e um ambiente cool e trendy. A aposta gastronómica recai numa opção flexitariana, um estilo de vida definido por alguns como semi-vegetarianismo, e vivido por muitos como transição gradual para uma alimentação mais saudável. Embora inclua carne e peixe, oferece uma carta elaborada para as diferentes horas do dia onde predominam produtos de origem vegetal, orgânicos e sazonais. Verifica-se assim um cuidado acrescido por uma alimentação saudável e natural. O SLANG possui dois acessos: um interno e exclusivo para os clientes do hotel e um externo, com portas abertas a todos os clientes durante o dia, através da entrada pela sua esplanada da Rua Mouzinho da Silveira.

Reservas: 808 252 252

Recomendadas

Restaurante Zazah. Quando a cozinha de fusão é uma batida do coração

A cozinha de autor do chef Christian é de fusão. Exemplo disso é um mega pastel de bacalhau recheado com um ovo (mal cozido) que é servido partido ao meio. Sim porque o conceito do Zazah, no Príncipe Real, é de partilha. O restaurante tem IVAucher.

Em dezembro serve-se “Contrapeso” em Loulé

A 1ª edição do Festival Contrapeso quer afirmar a vitalidade dos agentes culturais e diversificar a oferta cultural na cidade algarvia. Até dia 5 de dezembro as águas vão andar agitadas.

JNcQUOI lança livro de homenagem a Maria de Lourdes Modesto

Ao todo, são 258 páginas que enaltecem os melhores pratos criados por Maria de Lourdes Modesto. Este é um projeto de edição limitada a 500 exemplares e disponível para venda no JNcQUOI. As receitas revertem na íntegra para a Associação CARITAS.
Comentários