Assista à conferência: “Do CINM à autonomia fiscal: Madeira, uma região regulada de fiscalidade atrativa”

O evento conta com o apoio da Abreu Advogados, da Empresa de Eletricidade da Madeira, e com o Alto Patrocínio do Governo da Madeira.

O Jornal Económico organiza esta segunda-feira, 9 de setembro, a conferência “Do CINM à autonomia fiscal: Madeira, uma região regulada de fiscalidade atrativa”.

O evento conta com o apoio da Abreu Advogados, da Empresa de Eletricidade da Madeira, e com o Alto Patrocínio do Governo da Madeira.

A sessão tem início às 9h30 com uma nota de boas-vindas de Filipe Alves (diretor do Económico Madeira e do Jornal Económico) e Duarte d’Athayde (managing partner da Abreu) e a intervenção de Rogério Gouveia (diretor regional Adjunto e das Finanças).

Segue-se o orador Ricardo Vieira (sócio da Abreu), que irá abordar o tema “Investir na Madeira: desafios e oportunidades”.

Depois do coffee break e período de networking, haverá um debate sobre “Fiscalidade e Autonomia” na Madeira, com Rui Leão Martinho (bastonário da Ordem dos Economistas), João Duque (professor catedrático do ISEG), Clotilde Celorico Palma (fiscalista e membro do conselho de administração da SDM) e Filipa Torres Martins (associada da Abreu).

O encerramento da conferência está a cargo de Luís Marques Mendes (advogado e consultor da Abreu Advogados).

Recomendadas

Portugueses recorrem cada vez mais ao crédito. 635 milhões em setembro

Os portugueses recorreram mais ao crédito no mês de setembro num total de 635 milhões de créditos contraídos. De acordo com uma nota publicada pelo Banco de Portugal esta sexta-feira, 15 de novembro, relativa à evolução dos novos créditos aos consumidores, os portugueses pediram um total de 295 milhões de euros em crédito pessoal, num […]
marcelo_rebelo_sousa_legislativas

Marcelo considera aumento do salário mínimo “razoável” e promulga hoje o diploma

O Presidente da República vai promulgar hoje o diploma que estabelece um aumento do salário mínimo nacional para 635 euros em 2020, que considera “uma solução razoável, a pensar na economia e na sociedade portuguesa”.

Exclusivo: Farfetch com ‘breakeven’ em 2021 é “cenário perfeitamente realista”, diz José Neves

Em entrevista ao JE, o CEO diz que a empresa ainda não tem ‘guidance’ oficial, mas vê como correta a estimativa dos analistas sobre o ‘breakeven’ ao nível do EBITDA daqui a dois anos. A melhoria da margem no terceiro trimestre mostra o caminho a seguir, diz, mostrando confiança numa subida das ações. Cotação do título dispara 33% na abertura em Wall Street.
Comentários