Atenção, pais: Colocações do pré-escolar e primeiro ciclo saem na segunda-feira

Os encarregados de educação dos alunos da educação pré-escolar e do primeiro ciclo poderão consultar as colocações no início da próxima semana.

As colocações dos alunos na educação pré-escolar e no ensino básico vão ser publicadas na segunda-feira, 22 de julho.

Apesar de 21 de julho ser o dia estipulado para as colocações, o facto deste dia ser domingo atirou a publicação da lista para o dia seguinte, conforme explicou o ministério da Educação ao Jornal Económico.

A consulta das colocações deverá ser feita através do Portal das Matrículas, mas as escolas também têm de afixar as listas, conforme estipulado na lei, esclarece a tutela.

Em 2018, estavam inscritos um total de 127,5 mil alunos na educação pré-escolar. Já o primeiro ciclo contava com 349 mil alunos, segundo dados do ministério da Educação, compilados pela Pordata.

E se o aluno não obtiver colocação nas escolas selecionadas pelo encarregado de educação?

“Caso o/a aluno/a não venha a obter vaga em nenhum estabelecimento de educação e de ensino de acordo com as preferências manifestadas, após a aplicação das prioridades referidas no Despacho Normativo nº 6/2018, de 12 de abril, o pedido de
matrícula ou a renovação de matrícula fica a aguardar decisão no estabelecimento de educação e de ensino indicado como última escolha, remetendo este o referido pedido aos serviços competentes do Ministério da Educação, de forma a se encontrar a solução mais adequada”, explica a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares.

Ler mais
Recomendadas

Saiba qual a opção mais viável para o aquecimento da sua casa

A escolha de aparelhos portáteis pode ser a opção mais económica, no entanto são equipamentos que consomem muita energia. Como não controlam a temperatura, funcionam por mais tempo do que o necessário e, além disso, fazem muito barulho e o conforto de utilização é baixo.

Tem problemas com som sem fios? Novo Bluetooth LE Audio está a chegar

Uma nova norma de som sem fios Bluetooth está a chegar e vai trazer muitos melhoramentos.

Saiba como funciona o Direito Real de Habitação Duradoura

Ressalva-se que o proprietário pode livremente transmitir, de forma onerosa ou gratuita, a propriedade do imóvel objeto de um contrato de DHD, não podendo contudo hipotecar o imóvel ou constituir outras garantias sobre o mesmo.
Comentários