Aveiro palco de luzes, cores e sombras

Até domingo, há 25 obras de 40 artistas, de 12 nacionalidade, para serem apreciadas,  no Museu de Aveiro/ Santa Joana, o edifício da Capitania, a antiga Estação da CP, e a Igreja das Carmelitas entre outros locais.

O festival Prima/Art Light Tech regressa esta sexta-feira a Aveiro com um roteiro artístico que promete encher a cidade de luzes, cores e sombras, num diálogo imersivo com o público que terá como tema principal o “Equilíbrio”. O arranque do festival será assinalado, às 19h15, no Teatro Aveirense, com um momento informal no qual estarão presentes José Ribau Esteves, presidente da Câmara Municipal de Aveiro, José Pina, diretor dos festivais Criatech e Prisma – Art Light Tech, e alguns dos artistas nacionais e internacionais que participam na edição deste ano daqueles festivais de tecnologia e criatividade.

A comitiva segue depois ao encontro das intervenções artísticas que iluminam e dão uma nova vida aos diferentes edifícios de valor patrimonial que integram o roteiro artístico do Criatech e do Prisma/Art Light Tech, promovidos no âmbito da Aveiro Tech Week.

O roteiro criado pelo Prisma- Art Light no espaço público pode ser visto entre as 20 e as 24 horas, de sexta e sábado, do qual constam espetáculos de videomapping, murais urbanos, instalações de luz ecológicas e participativas, entre muitas outras propostas. O festival apresenta ainda produções desenvolvidas em exclusivo para este evento como é o caso do GRAFFITIMAPPING, um mural do artista urbano SKRAN, da instalação Sã Line, desenvolvido pelo artista aveirense  Dino da Costa que criou uma instalação que se inspira na sua infância e nas memórias das marinhas, das pirâmides de sal e dos espelhos de luz ligados à extração deste tão precioso elemento.

Até domingo, há 25 obras de 40 artistas, de 12 nacionalidade, para serem apreciadas, no Museu de Aveiro/ Santa Joana, o edifício da Capitania, a antiga Estação da CP, e a Igreja das Carmelitas entre outros locais. Ruth Schnell, pioneira da arte multimédia, Mathieu le Sourd, referência na criação de obras imersivas e interativas, Neil Mendoza, conhecido pela sua fusão de escultura, eletrónica e software, os kondition pluriel, habituados a criar experiências participativas, e Pedro Tudela, Miguel Carvalhais e Gustavo Costa são alguns dos nomes convidados para esta iniciativa promovida pela cidade  candidata a Capital Europeia da Cultura em 2027.

Recorde-se que o Prisma/Art Light Tech é um festival que tem a luz como eixo artístico. Distribui-se pelo espaço público de Aveiro, revelando a cidade e o seu património sob uma nova luz e convidando à participação de toda a população. O público é incentivado a desfrutar da arte enquanto redescobre o território, circulando por espaços urbanos e naturais em busca das criações de artistas de várias nacionalidades, numa seleção que também contempla a criação local e o trabalho com a comunidade.

O Criatech e o Prisma / Art Light Tech têm ambos o selo EFFE Label 2019-2021 (Remarkable Arts Festival), da European Festivals Association. Conheça a programação aqui.

Recomendadas

Em dezembro serve-se “Contrapeso” em Loulé

A 1ª edição do Festival Contrapeso quer afirmar a vitalidade dos agentes culturais e diversificar a oferta cultural na cidade algarvia. Até dia 5 de dezembro as águas vão andar agitadas.

JNcQUOI lança livro de homenagem a Maria de Lourdes Modesto

Ao todo, são 258 páginas que enaltecem os melhores pratos criados por Maria de Lourdes Modesto. Este é um projeto de edição limitada a 500 exemplares e disponível para venda no JNcQUOI. As receitas revertem na íntegra para a Associação CARITAS.

Enfrentar o frio com muito estilo

A partir de hoje a marca de calçado Ambitious oferece um tote bag em todas as encomendas de valor superior a 115€.
Comentários