Banco de Portugal dá ‘luz verde’ à administração do Haitong para novo mandato

Supervisor certifica Lin Yong, presidente do Conselho de Administração, e para Wu Min, como CEO do banco de investimento Haitong Bank.

O Banco de Portugal concedeu autorização para o exercício de funções dos membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal do Haitong Bank, para o mandato do triénio 2020/2022.

O banco detido por capitais chineses recebeu o aval do supervisor para Lin Yong, presidente do Conselho de Administração; para Wu Min, CEO (presidente da Comissão Executiva); para Alan do Amaral Fernandes – administrador executivo; para Miguel Guiomar – administrador executivo; para Nuno Carvalho – administrador executivo; e para Vasco Câmara Martins – administrador executivo.

Mas também para Pan Guangtao – administrador não-executivo; para Paulo Lameiras Martins – administrador não-Executivo; para Zhang Xinjun – administrador não-executivo; para António Domingues – administrador não-executivo; para Ana Martina García Raoul-Jourde – administradora não-executiva e para Vincent Marie L. Camerlynck – administrador não-executivo.

O Conselho Fiscal do ex-BESI é composto por Rosário Ventura – presidente do Conselho Fiscal; por Mário Bettencourt de Oliveira – vogal; por Cristina da Costa Pinto – vogal; e por Paulo Ribeiro da Silva, membro suplente do Conselho Fiscal.

Recomendadas

Principal acionista do Haitong Bank conclui aumento de capital de 2,4 mil milhões

Comunicado do banco chinês reporta o aumento de capital da sua casa-mãe, numa estratégia de crescimento na China

PremiumBruxelas autorizou Novo Banco a financiar venda de imóveis

Na constituição do Novo Banco, a DG Comp da Comissão Europeia autorizou a instituição a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pelo banco.

Responsabilidades do BES para com o Fundo de Pensões dos administradores vão ser extintas

A ASF autorizou a extinção das responsabilidades com pensões do ex-administradores executivos do BES.
Comentários