Bankinter lança plataforma ‘Broker Online’ para clientes particulares

Renato Pereira, gestor da equipa de Fundos e Valores do Bankinter Portugal, explicou que a plataforma vai substituir uma ferramenta que o banco já tinha há muitos anos. “As principais novidades têm a ver com o facto de termos mais títulos, mais mercados, e agora disponibilizamos, dos ETF mais líquidos no mercado”, sublinhou.

O Bankinter anunciou esta terça-feira o lançamento da plataforma Broker Online,  uma ferramenta que o banco afirma permitirá aos clientes particulares em Portugal ter acesso aos principais mercados mundiais.

A plataforma, que irá estar disponível na próxima semana, vai oferecer um serviço de negociação de ações e Exchange Traded Funds (ETF) nas principais bolsas internacionais. A negociação e as cotações para os mercados europeus será em tempo real.

“Isto faz parte do nosso compromisso com a disponibilidade de serviços de caráter tecnológico. O dia-a-dia evolui e temos de oferecer acesso a novas tecnologias e disponibilizar soluções que possam ser utilizadas de forma fácil e simples”, referiu Vitor Pereira, Diretor de Produto, CRM e Marketing, e membro da Comissão Executiva do Bankinter Portugal, na apresentação da plataforma.

Renato Pereira, gestor da equipa de Fundos e Valores do Bankinter Portugal, explicou que a nova plataforma vem substituir uma ferramenta que o banco já tinha há muitos anos. “As principais novidades têm a ver com o facto de termos mais títulos, mais mercados, e agora disponibilizarmos dos ETF mais líquidos no mercado”, acrescentou.

O gestor revelou que os clientes que são traders podem ainda ter acesso a uma ‘Conta Broker’, que será remunerada a uma taxa de 1%, desde que sejam colocadas 10 ordens de bolsa num trimestre.

Adiantou ainda que os clientes terão a possibilidade de ver a evolução gráfica dos títulos em base diária, mensal, trimestral, semestral ou anual. Poderão ainda analisar as cinco melhores ofertas de compra/venda de determinado título, ler notícias sobre mercados e economia online e ter acesso às notas de research dos analistas do Bankinter.

Renato Pereira concluiu que a plataforma “oferece simplicidade, é muito intuitiva e muito personalizada, e queremos algo que sirva a cada um e não algo que sirva a todos”.

Ler mais

Recomendadas

Bankinter e COSEC assinam protocolo de distribuição de seguro de créditos

O objetivo é permitir às empresas a gestão do risco de crédito em condições mais seguras, cobrindo os prejuízos decorrentes do não pagamento das vendas a crédito de bens e serviços em Portugal e no estrangeiro.

BdP: empréstimos às empresas cresceram em outubro

Já quanto aos empréstimos a particulares, o BdP diz ter registado uma variação de 6,9% em outubro, quando em setembro registara uma taxa de variação de 7,2%.

BCE mantém as exigências de capital ao BPI para 2020

Aí estão os requisitos de capital que o BCE impõe ao BPI para 2020 em função da qualidade do seu balanço. Estes requisitos implicam que o patamar mínimo de CET1 a partir do qual o Banco BPI teria restrições, em 2020, às distribuições de dividendos, é de 9.38%. O BPI tem um rácio de capital core de 12,7% a 30 de setembro deste ano.
Comentários