BCE multa banco francês Crédit Agricole em 4,3 milhões

O banco pode agora recorrer da decisão da instituição de Frankfurt para o Tribunal de Justiça da União Europeia.

O Banco Central Europeu (BCE) multou o banco francês Crédit Agricole em 4,3 milhões de euros por falhas em procedimentos relativos a rácios de capital, disse hoje a instituição europeia em comunicado.

Segundo o BCE, em 2015 e 2016, o banco classificou instrumentos de capital como CET1 (‘Common Equity Tier 1’, uma medida de avaliação da solvabilidade de um banco) sem ter tido a sua prévia autorização.

O banco pode agora recorrer da decisão da instituição de Frankfurt para o Tribunal de Justiça da União Europeia.

As ações do Crédit Agricole fecharam hoje, na bolsa de Paris, a subir 0,27% para 11,83 euros.

Recomendadas

Deutsche Bank anuncia lucros de 309 milhões de euros no terceiro trimestre

No período homólogo, o banco tinha registado um prejuízo de 832 milhões de euros.

Grupo Santander prevê redução de postos de trabalho em Portugal entre outros países

O presidente executivo (CEO) do Santander, José António Álvarez, insistiu na conferência de imprensa sobre os resultados do banco até finais de setembro, que o alcance deste novo ajustamento está ainda por determinar e que os sindicatos serão os primeiros a tomar conhecimento dele.

CEO da CGD defende que a consolidação bancária vai decorrer “nos próximos dois anos”

A consolidação da banca poderá ser impulsionada pelos resultados dos bancos nos próximos trimestres, defendeu o CEO da CGD que considera que um banco público tem de ter dimensão para poder ser relevante no mercado. O BCP defende que a consolidação será cross border. Aumentos de capital para superar a crise? CEO do BCP e o CEO do BPI rejeitam que haja essa necessidade.
Comentários