BCP assina protocolo com CAP para financiar 100 milhões ao sector da agricultura

“Sabemos bem que em boa companhia se chega mais longe, pelo que com estas parcerias que hoje celebramos o Millennium bcp enfatiza que está determinado em ser o banco das empresas, o banco comercial de referência no apoio à economia portuguesa, o banco dos empreendedores”, diz Miguel Maya.

O Millennium bcp acaba de assinar dois acordos, um com a Associação Industrial Portuguesa (AIP) e outro com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), “nos quais reforça o seu compromisso de apoio ao tecido empresarial português com apoios de 120 e 100 milhões de euros, respetivamente”, diz o banco em comunicado.

No acordo com a CAP, o BCP compromete-se a mobilizar linhas de financiamento e/ou de garantia até 100 milhões de euros dedicadas especialmente para: adiantamento de incentivos e antecipação de financiamentos comunitários relativos a operações dos programas do QFP 2021-2027; disponibilização de linhas de crédito específicas de apoio à tesouraria e fundo de maneio das empresas, como soluções de factoring e confirming; apoio ao financiamento ao investimento, com soluções de locação financeira (leasing mobiliário e imobiliário).

O BCP explica que em ambos os acordos “se aponta, ao longo dos próximos sete anos, para a mobilização dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, direcionados à promoção de investimento na criação de emprego, numa economia e ambiente europeus sustentáveis e saudáveis, centrados essencialmente em domínios como a investigação e inovação, tecnologias digitais, apoio à economia hipocarbónica, gestão sustentável de recursos naturais e das Pequenas e Médias Empresas (PME), com especial incidência para os dirigidos para a consciencialização, adoção e massificação de tecnologias, que vão requerer significativos recursos para a transformação digital da economia”.

No âmbito das solicitações recebidas através destes acordos, o BCP garante que recorrerá, “sempre que financeiramente aconselhável às PME, aos mecanismos de acesso às linhas do Fundo Europeu de Investimento (FEI) – Millennium FEI Cosme e FEI Inovação, ou outra que vier a ser contratualizada com o FEI; à linha do Banco Europeu de Investimento, destinada ao financiamento de empréstimos concedidos a PME nos vários setores da economia; às diferentes linhas em vigor nas Sociedades de Garantia Mútua; às linhas que vierem a ser diretamente disponibilizadas pelo Banco Português de Fomento”.

“Sabemos bem que em boa companhia se chega mais longe, pelo que com estas parcerias que hoje celebramos o Millennium bcp enfatiza que está determinado em ser o banco das empresas, o banco comercial de referência no apoio à economia portuguesa, o banco dos empreendedores. Dizemos novamente presente, na hora de apoiar a retoma económica, depois de termos sido referencia na defesa das moratórias como escudo protetor dos efeitos da pandemia na economia. É tempo de inovar, de renovar de investir na geração de valor. Vamos lá!”, afirmou Miguel Maya, presidente da comissão executiva do Millennium bcp.

Recomendadas

PremiumPortugal na Expo Dubai: Chakall vai promover comida lusitana no Golfo Pérsico

Nasceu em Tigre, na Argentina, mas está há cerca de 20 anos a viver no nosso país e afirma-se como “português de coração”.

PremiumWine Corner: Petiscos e pratos regionais na ‘Casa de Canto’ da José Maria da Fonseca

O novo “Wine Corner by José Maria da Fonseca”, integrado na Casa Museu José Maria da Fonseca, em Vila Nogueira de Azeitão, abriu há poucos meses.

Seca leva agricultores do Alentejo a procurarem mais depósitos de água para o gado

“Está a notar-se uma maior procura de depósitos do que aquilo que era de esperar”, afiançou o dirigente da associação, que abrange os concelhos alentejanos de Castro Verde e Almodôvar e parte dos de Aljustrel, Mértola e Ourique.
Comentários