PremiumBCP avança com 800 rescisões amigáveis, mas pode recorrer ao despedimento coletivo

O BCP está a oferecer a cada trabalhador que aceita sair de comum acordo uma indemnização de 1,4 ordenados por ano de antiguidade, sabe o JE.

O BCP reuniu-se esta quarta-feira com os sindicatos dos bancários para discutir o seu plano de redução de pessoal anunciado na semana passada. Dessas reuniões saíram as condições para a redução de entre 800 e mil pessoas do BCP, número já admitido pelos sindicatos. Entre essas condições está o pagamento de uma indemnização de 1,4 ordenados por ano de trabalho. Inicialmente o BCP queria propor 1,3 ordenados, mas na sequência da reunião com sindicatos subiu o valor a pagar pelas saídas voluntárias.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Moody’s atribui ao Crédito Agrícola o mesmo rating de suporte acionista da CGD

Crédito Agrícola recebeu uma notação de risco da agência Moody’s de nível “Ba1” (lixo) em relação ao Baseline Credit Assessment (BCA), naquele que é o primeiro rating atribuído à instituição liderada por Licínio Pina. A classificação é igual à da CGD neste rating. Os bancos com melhor rating são o Santander e o BPI e os piores o Montepio e Novo Banco.

CGD limita impressão de talões de saldos e movimentos a um por semana

Segundo o “Jornal de Negócios” os talões impressos quando há levantamento de dinheiro vão poder continuar a ser requisitados sempre que o cliente precisar.

BPI, Multibanco e Fidelidade lideram marcas do sector financeiro com melhor reputação

Numa escala de 100 pontos, este estudo destaca as três marcas com melhor avaliação: a Nestlé com o melhor índice de reputação e relação emocional com 86,2 pontos, logo seguida pelas marcas Delta e Olá com 85,8 pontos e 84,1 pontos respetivamente.
Comentários