BCP e CTT penalizam Bolsa de Lisboa

Já a EDP e as empresas da pasta e do papel Altri, Navigator e Semapa fecharam com subidas de 0,14%, 1,09%, 0,73% e 0,29%, respetivamente.

A Bolsa de Lisboa encerrou a sessão desta segunda-feira, 11 de novembro, em terreno negativo, com uma descida de 0,19%, para os 5.294,47 pontos, acompanhando o pessimismo das suas congéneres da Europa. No principal índice nacional, PSI-20, destacaram-se as perdas do BCP (-1,02%, para 0,21 euros), dos CTT – Correios de Portugal (-3,43%, para 3,43 euros) e da Pharol (-3,72%, para 0,11 euros).

Entre os títulos que encerraram hoje no ‘vermelho’ estão ainda a Galp Energia (-0,27%, para 14,9 euros) e a Jerónimo Martins (-0,55%, para 15,33 euros). Já a EDP e as empresas da pasta e do papel Altri, Navigator e Semapa fecharam com subidas de 0,14%, 1,09%, 0,73% e 0,29%, respetivamente.

“Os CTT têm registado ganhos acentuados nas últimas semanas, a refletir os resultados do terceiro trimestre e a perspetiva de recuperação. Iniciaram esta semana no vermelho, no entanto, a análise técnica indica que deverá ser apenas um «retestar» do suporte dos 3,05 euros/ação”, assinala André Pires, analista da XTB.

Nas restantes praças do ‘Velho Continente’, que digerem o resultado das eleições espanholas de ontem, reinam igualmente as desvalorizações – à exceção de França, onde o CAC 40 valorizou os ligeiros 0,07%. No entanto, o índice alemão DAX perdeu 0,20%, o holandês AEX deslizou 0,02%, o italiano FTSE MIB recuou 0,20% e o espanhol IBEX 35 desceu 0,03%. O Euro Stoxx 50 ficou marcado por uma desvalorização de 0,04%.

A praça britânica fechou com uma perda de 0,45%, depois de vir a público que o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido ter crescido 0,3% no terceiro trimestre de 2019, contra a contração de 0,2% no segundo trimestre, segundo anunciou a agência de estatística britânica.

“De resto, existe um menor otimismo nos progressos na guerra comercial, isto depois de Trump ter indicado na passada sexta-feira que os EUA não tinham chegado a acordo com a China para remover as tarifas por fases”, explicou Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp, em research de mercado publicado hoje.

A cotação do barril de Brent está a desvalorizar 0,19%, com valor de 62,39 dólares, enquanto a cotação do crude WTI soma 0,37%, para 57,03 dólares por barril. Quanto ao mercado cambial, o euro apreciar 0,17% do euro face ao dólar (1,1035) e a libra desvaloriza 0,65% perante a divisa dos Estados Unidos (1,2854).

Ler mais

Recomendadas

Wall Street fecha misto, alavancado pelas tecnológicas

Os principais índices bolsistas dos Estados Unidos encerraram no vermelho – com a exceção do tecnológico Nasdaq, que fechou a ganhar mas apenas ligeiramente. O dia ficou marcado pela divulgação dos resultados de várias empresas

BCP, Altri e Galp recuam e põem PSI-20 em rota descendente em linha com a Europa

A banca puxou o IBEX para as maiores perdas da Europa à custa dos resultados do Santander. O BCP não escapou e fechou em queda significativa no dia em que os lucros da unidade polaca caem 75%. A Galp e a Altri lideraram as perdas num índice com 13 ações em queda.

Wall Street abre mista com Nasdaq em alta

Destaque para as reações positivas às contas da Harley-Davidson, Nxp Semiconductors, AMD, Merck & Co e JetBlue. A Xilinx também segue animada. No plano macroeconómico foi revelado que as encomendas de Bens Duradouros nos EUA apresentaram um bom registo em setembro.
Comentários