BCP sobe mais de 4% ao fecho depois de anunciar emissão de dívida sustentável

O banco liderado por Miguel Maya seguiu o exemplo da Caixa Geral de Depósitos e está agora no mercado a preparar uma emissão de dívida sustentável, tendo já mandatado o Barclays, o Credit Agricole CIB, o JP Morgan, o Millennium BCP, o Natixis e o UniCredit como ‘joint bookrunners’ para organizar uma série de reuniões de investidores na Europa a partir de hoje.

Millenium bcp (8º lugar)

As principais bolsas europeias encerraram a sessão desta segunda-feira, 27 de setembro, em terreno positivo. O índice português PSI-20 fechou a sessão a ganhar 0,48% para 5.450,08 pontos, marcado pela subida de 4,02% para 0,1449 euros do BCP.

Esta valorização ao fecho acontece depois do banco admitir que está no mercado a preparar uma emissão de dívida sustentável, tendo contratado seis bancos de investimento para fazer o contacto com investidores na Europa

A Galp valorizou 3,44% para 9,27 euros, a Mota-Engil subiu 2,82% para 1,39 euros, a EDP avançou 1,33% para 4,65 euros e a Altri cresceu 0,82% para 5,53 euros. Os CTT subiram 0,21% para 4,76 euros.

No sentido contrário, a EDP Renováveis perdeu 1,62% para 21,80 euros, a Sonae recuou 1,14% para 0,91 euros, a Ramada decresceu 1,01% para 5,88 euros, a Greenvolt caiu 0,98% para 6,08 euros e a Ibersol desvalorizou 0,70% para 5,64 euros. A Jerónimo Martins perdeu 0,42% para 17,62 euros.

Na restante Europa, o sentimento foi positivo. O índice alemão DAX apresenta uma valorização de 0,28% e o britânico FTSE 100 de 0,11%. O francês CAC 40 fechou a sessão a crescer 0,19% e o italiano encerrou a valorizar 0,62% e a espanhola ganhou 1,45%. O Euro Stoxx 50 somou 0,16% para 4.165,35 pontos.

Quanto ao valor do ‘ouro negro’, o preço do petróleo WTI, produzido no Texas, valoriza 1,80% para os 75,31 dólares por barril, também com a cotação do barril de Brent a crescer 1,77% para os 78,60 dólares.

Esta subida acontece depois da Goldman Sachs ter aumentado a meta do preço do Brent para 90 dólares, tendo a sua revisão anterior sido de 80 dólares. Esta revisão fez com que o petróleo aumentasse consideravelmente os preços das suas negociações, uma vez que a organização teve em conta o impacto do furacão Ida e o aumento global da procura.

No mercado cambial, o euro perde 0,10% face ao dólar, para 1,1702 dólares, e a libra esterlina cresce 0,22% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,3712 dólares.

Relacionadas

BCP avança com ‘roadshow’ para emissão de obrigações sustentáveis elegíveis para MREL

Segundo a Bloomberg, a emissão de dívida sénior preferencial será feita ao abrigo do Euro Note Program do banco. A dívida será emitida em breve e contará para os requisitos mínimos para fundos próprios e passivos elegíveis.
Recomendadas

Galp e grupo EDP dão energia à bolsa de Lisboa

A praça lisboeta sobe ao sabor da energia. O anúncio pós-mercado da Galp fez as ações da energética subir na abertura da sessão, acompanhando outras empresas do sector.

Presidente indigitado da CMVM defende aproximação aos criptoativos

“A crescente digitalização da sociedade conduz à emergência de uma nova geração de investidores mais evoluídos digitalmente e mais aberto ao risco”, por isso, a CMVM “deve interagir com estes investidores que utilizam preferencialmente plataformas digitais e recolhem informação na internet e redes sociais”, disse Gabriel Bernardino.

Ganhos das farmacêuticas animam Wall Street

O primeiro fundo indexado aos futuros de bitcoin, que negociou na bolsa de Nova Iorque pela primeira vez esta terça-feira, subiu 4,7% para mais de 40 dólares. Em causa está um ETF da ProShares chamado “Bitcoin Strategy ETF”.
Comentários