BE propõe IVA da eletricidade e gás natural a 13% a partir de julho

O BE propôs hoje que a taxa do IVA da eletricidade e do gás natural desça para os 13% já a partir de julho, pretendendo que a taxa reduzida de 6% seja atingida durante a legislatura

De acordo com uma proposta de aditamento ao Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) a que a agência Lusa teve acesso, os bloquistas pretendem que a eletricidade e o gás natural sejam aditadas à lista II anexa ao Código do IVA, que fixa os produtos na taxa intermédia de 13%.

Na proposta, o BE reconhece “a energia como bem de primeira necessidade” e assume o objetivo de “assegurar, na presente legislatura, a progressiva redução do seu IVA até à taxa reduzida”.

A descida do IVA da energia tem sido uma bandeira dos bloquistas, que a semana passada, após o acordo com o Governo para um conjunto de propostas, assumiram que este dossiê seria uma das prioridades para a especialidade, uma vez que não tinha sido possível chegar a um entendimento com o executivo socialista.

A taxa do IVA da energia passou para o valor máximo durante o período da ‘troika’.

Na proposta do OE2020 aprovada na generalidade na semana passada foi introduzida uma autorização legislativa no sentido de “permitir ao Governo criar escalões de consumo de eletricidade baseados no modelo de potências contratadas existente no mercado elétrico português, beneficiando os consumos mais reduzidos de eletricidade e penalizando os consumos excessivos”.

No entanto, esta medida está dependente de aprovação do Comité do IVA da Comissão Europeia, instituição a que o Governo já pediu autorização, tendo esta sido reforçada por uma carta do primeiro-ministro, António Costa, à presidente do executivo comunitário.

Ler mais

Relacionadas

Eliminação das taxas moderadoras vai custar 40 milhões de euros

Para quem não beneficia de isenção, as taxas moderadoras rondam os 4,50 euros nos centros de saúde. As consultas de especialidade num hospital do SNS têm um custo de sete euros, e, no caso de consultas sem a presença do utente, o preço é de 2,50 euros. A tabela das taxas para as análises e exames podem ir até aos 40 euros.

Novo aeroporto “é determinante e crítico” para o país, salienta Pedro Nuno Santos

“Para um país periférico como Portugal o investimento aeroportuário, o novo aeroporto na região de Lisboa, é determinante, é crítico para que o nosso povo possa viver melhor”, afirmou o ministro numa audição conjunta nas comissões parlamentares de Orçamento e Finanças e de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, no âmbito da apreciação na especialidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020).

OE 2020. PCP apresentou 33 propostas e quer atualização do IRS à taxa de inflação

As propostas incluem igualmente a criação de uma rede pública de creches, “ou soluções equiparadas”, e ainda a “eliminação progressiva” das portagens das antigas SCUT, segundo as propostas a que a Lusa teve acesso, no total de 82 páginas.
Recomendadas

Aeroporto de Beja “tem de ser aproveitado e valorizado”, garante ministra

Ana Abrunhosa falou ainda à “Antena 1” e “Negócios nos descontos nas ex-SCUT do interior do país, descartando avançar com uma data para avançarem, depois de ter dito no parlamento que medida entraria em vigor no terceiro trimestre. “Está a ser finalizada e oportunamente será comunicada”, diz.

Itália revê em alta projeções macroeconómicas e antecipa queda de 9% do PIB em 2020

O mesmo acontece em relação ao aumento da dívida pública para números entre os 158 e 159% do Produto Interno Bruto, depois de ter sido antecipado um cenário de 155,7% no início do segundo trimestre deste ano, por parte do governo transalpino.

Indústrias conserveiras ibéricas unem esforços para defender setor a nível europeu

A ANICP e a Anfaco-CEcopesca defendem que os acordos de comércio livre bilateriais da Europa com países terceiros, devem ter em consideração, não apenas a especificidade da indústria e a sua importância para as comunidades locais, como a concorrência desleal feita alguns destes países.
Comentários