Benfica fecha a porta do clube a investidor norte-americano (com áudio)

A direção do clube também diz ser “inoportuno” receber John Textor nesta altura que disse que estava disposto a investir 50 milhões para comprar 25% da SAD encarnada.

Lusa

A administração do Benfica fechou hoje a porta à entrada do investidor norte-americano no clube. John Textor voltou a garantir que estava interessado em comprar 25% da Benfica SAD por 50 milhões de euros, mas os encarnados rejeitam esta possibilidade.

“Uma vez que o investidor John Textor invoca que a referida compra depende de aprovação prévia em Assembleia Geral da Benfica SAD com o voto favorável do Sport Lisboa e Benfica com base no referido art. 13.º dos estatutos da Benfica SAD, a Direção do Sport Lisboa e Benfica, na sua reunião de hoje, declara considerar inoportuna esta operação”, segundo comunicado do SL Benfica.

A administração do clube avisa que se vai opor “no exercício dos seus direitos e deveres, caso esta matéria venha a ser sujeita a deliberação em Assembleia Geral de Acionistas da Benfica SAD, tornando pública esta sua decisão de imediato por entender que a mesma contribui para esclarecer a posição do Sport Lisboa e Benfica a este respeito, evitando-se assim dúvidas e especulações”.

“Neste contexto, a Direção do Sport Lisboa e Benfica esclarece ainda que considera inoportuno receber, de maneira formal ou informal, o Sr. John Textor nesta altura”, acrescenta.

O investidor disse que está preparado para comprar as ações de quem quiser sair do capital do clube, ou de quem a administração queira que saia do clube.

Neste sentido, garantiu que estava preparado para viajar para Lisboa “imediatamente para discutir as minhas propostas e ofertas de ajuda antes da assembleia-geral da próxima semana, que aparentemente tem um item em agenda para cancelar a minha proposta de investimento”.

No comunicado, a direção do Sport Lisboa e Benfica disse desconhecer em “absoluto a existência das negociações que conduziram à assinatura de um acordo para a compra de 25% do capital da Benfica SAD entre o acionista privado José António dos Santos e o investidor John Textor. Apenas tomou conhecimento da existência desse acordo, cujo conteúdo desconhece, quando o mesmo foi noticiado ao público”.

E destaca que “como detentor de ações de Categoria A no capital da Benfica SAD, o Sport Lisboa e Benfica pode, em determinadas circunstâncias definidas no art. 13.º dos estatutos daquela empresa, nomeadamente se estiver em causa a aquisição de uma participação qualificada por entidade concorrente, vetar essa aquisição. Esse direito foi objeto de formulação específica na revisão estatutária da Benfica SAD promovida por iniciativa do Clube durante o último mandato dos órgãos sociais”.

Depois da renúncia de Luís Filipe Vieira, Jaime Antunes foi confirmado como vice-presidente efetivo do clube e Sílvio Cervan como administrador da SAD.

A Benfica SAD disse que a nova informação “será refletida na adenda ao prospeto aprovado em 1 de julho de 2021, cuja aprovação foi solicitada pela Benfica SAD à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. Conforme transmitido anteriormente, essa adenda indicará que os investidores que tenham transmitido ordens de subscrição no âmbito da oferta pública de subscrição de obrigações à qual se refere o mencionado prospeto poderão revogá-las ou alterá-las até ao último dia da oferta (inclusive), ou seja, 23 de julho de 2021”.

O Sport Lisboa e Benfica detém 67% da Benfica SAD (SL Benfica com 40%, Benfica SGPS com 23,65% e Luís Filipe Vieira com 3,28%) seguindo-se José António dos Santos com 13,62%, José da Conceição Guilherme com 3,73%, Quinta dos Jugais com 2%, Grupo Valouro com 1,96% e Avibom com 0,75%.

 

Investidor norte-americano garante que continua disposto a pagar 50 milhões por 25% da Benfica SAD (com áudio)

Relacionadas

Investidor norte-americano garante que continua disposto a pagar 50 milhões por 25% da Benfica SAD (com áudio)

John Textor garante que continua interessado em entrar no capital do clube encarnado. “O Sport Lisboa e Benfica está entre os clubes de futebol mais valiosos do mundo”.

Ações do Benfica disparam mais de 19% com saída de Vieira e interesse de norte-americano

Na primeira sessão depois da saída de Vieira do clube e da SAD ao fim de 18 anos na liderança, as ações encarnadas dispararam.

Rui Gomes da Silva: “Compra de 25% da SAD? Objetivo final é tirar o Benfica de Bolsa”

O antigo vice-presidente encarnado considera que o objetivo final passa pela existência de uma maioria na SAD que permita a saída de Bolsa. Rui Gomes da Silva considera mesmo que pode ter sido prestada informação de dentro do Benfica ao empresário norte-americano John Textor.
Recomendadas

“É um caso único ter seis clubes na I Liga. O Minho tem grande paixão pelo futebol”, garante presidente da AF Braga

Na última edição do programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, convidámos Manuel Machado, presidente da Associação de Futebol de Braga, para perceber o que está por trás desta preponderância do distrito bracarense no principal escalão do futebol português.

“Não podemos pagar estes ordenados”. Ex-FC Porto autorizado pelo Galatasaray a procurar novo clube

Um salário anual de cinco milhões de euros já tinha gerado desconforto em 2019, ano em que Falcao chegou à Turquia para assinar pelo Galatasaray. A crise financeira aliada à eliminação da Liga dos Campeões, coloca o avançado na porta de saída.

La Liga cede participação de 10% à CVC Capital Partners por 2,7 mil milhões de euros

O acordo alcançado com a CVC Capital Partners avalia a La Liga em 24,250 mil milhões de euros, com a La Liga a prever que o negócio permita atenuar os efeitos da pandemia da Covid-19 na principal liga espanhola.
Comentários