Berço de tecnológicas Pedro Nunes abraça criação de rede indo-europeia de incubadoras

A incubadora portuguesa de base tecnológica integra o grupo fundador da EU-INDIA Incubators and Accelerators Network, rede de incubadoras de alto desempenho, com representantes de várias regiões da Europa e da Índia.

O Instituto Pedro Nunes é uma das 10 incubadoras europeias convidadas pela Direção-Geral da Investigação e da Inovação da Comissão Europeia para integrar o núcleo fundador do EU-INDIA Incubators and Accelerators Network.

Em Bangalore, Índia, Paulo Santos, Diretor executivo de Incubação e Aceleração do IPN, participou no lançamento do projeto, que envolve uma dezena de incubadoras da Europa e 11 da Índia. Durante dois dias na Meca da tecnologia do sub-continente, os participantes conheceram os vários ecossistemas de empreendedorismo ali representados e discutiram possíveis formas de aprofundar parcerias transfronteiriças.

Criado em 1991, por iniciativa da Universidade de Coimbra, o Instituto Pedro Nunes Incubadora do IPN foi berço de algumas das mais importantes empresa tecnológicas de Portugal, como a Critical Software, a WIT Software, a Crioestaminal, a Active Space Technologies, a Take the Wind ou a Feedzai.

Em 2010 alcançou o prémio internacional de melhor Incubadora de Base Tecnológica do mundo no Concurso Internacional “Best Science Based Incubator”, organizado pela “The Technopolicy Network”, uma rede gerida pelo Science Alliance (Holanda), em cooperação com o Genepole (França), o SPICE Group (Alemanha), a European BIC Network (Bélgica) e o Centre for Strategy and Evaluation Services (Reino Unido).

Em fevereiro de 2018, obteve o 5.º lugar num ranking de melhores incubadoras de base universitária do mundo conduzido pela UBI Global, uma entidade de investigação e consultoria sueca amplamente reconhecida por avaliar e reunir as melhores incubadoras a nível mundial.

O IPN acolhe, desde finais de 2014, o ESA BIC Portugal, um dos 18 centros de incubação da Agência Espacial Europeia a nível europeu. Nesta estrutura são apoiadas startups que transfiram tecnologia espacial para setores terrestres, mas também novas empresas que pretendam entrar no mercado espacial comercial.

Ler mais

Recomendadas

Meses de Verão vão “mitigar os prejuízos” dos sector das viagens, mas recuperação vai demorar, alertam agências de viagens

Segundo o vice-presidente da ssociação de Sócios Gerentes das Agências de Viagens e Turismo “o Algarve continuará a ser a região de eleição e os turistas britânicos vão ter muito peso no aumento do turismo no país”.

Passageiros nos voos da TAP entre Portugal e o Reino Unido mais que duplicam

Em comunicado a TAP aponta que “a entrada de Portugal na “green list” de destinos de Inglaterra teve um impacto positivo na procura de voos entre o Reino Unido e Portugal.

Venda das barragens da EDP: Movimento exige a Finanças “arquivamento imediato” de inquérito a funcionário da AT

O Movimento Cultural da Terra de Miranda (MCTM) diz “não haver razões” que justifiquem “processo de inquérito” a membro do Movimento, ex-dirigente da AT, devido a nota jurídica sobre o impacto fiscal da venda das barragens da EDP no Rio Douro à Engie. Exige um pedido de desculpas ao MCTM e dá conta que documento foi elaborado  a pedido do Ministro do Ambiente, numa reunião que realizou com este Movimento, em 2 de setembro de 2020.
Comentários