BMW poderá encerrar fábrica em Oxford após Brexit sem acordo

O encerramento da fábrica em Oxford onde a marca alemã produz os modelos mini poderá determinar a suspensão temporária dos contratos de trabalho, sem vencimento, dos 4,500 trabalhadores.

Um Brexit sem acordo no dia 31 de outubro poderá determinar a suspensão temporária dos contratos de trabalho, sem vencimento, dos 4.500 trabalhadores da fábrica da BMW em Oxford, no Reino Unido, onde a marca alemã produz os modelos Mini, notícia o “Financial Times“.

Segundo declarações do CFO da BMW, Nicolas Peter, a fábrica em Oxford poderá ser encerrada pelo menos durante duas semanas a partir do dia 31 de outubro, a data prevista para a saída do Reino Unido da União Europeia.

Os trabalhadores poderão ser forçados a uma licença sem vencimento porque a BMW o orçamento destinado ao subsídio de férias foi esgotado em abril quando encerrou a fábrica de Oxford durante um mês, antes de 31 de março, a data inicialmente prevista para o Brexit.

“Não temos a capacidade de implementar um segundo período de férias em 2019, por isso esta situação poderá ter impactos financeiros nos colegas que trabalham em Oxford”, disse Nicolas Peter.

O diário britânico dá ainda conta de que o CFO da BMW admitiu que o encerramento da fábrica poderá ser superior a duas semanas se a “empresa tiver dificuldades em importar as peças necessárias à produção dos veículos”.

Relacionadas

Angela Merkel ainda acredita num acordo entre Reino Unido e UE

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse hoje que espera um acordo entre o Reino Unido e a UE sobre o ‘Brexit’, apesar das incertezas sobre a situação política de Londres.

Tribunal escocês declara suspensão do Parlamento britânico ilegal

O parlamento britânico ficará suspenso até dia 14 de outubro depois de ter recebido ‘luz verde’ dos tribunais ingleses. Juízes da mais alta instância judicial da Escócia, ‘barram’ o Governo e afirmam que a suspensão é “inconstitucional”.

Parlamento britânico suspenso até 14 de outubro

A pedido do primeiro-ministro, até ao dia 14 de outubro, o Parlamento britânico fica suspenso. Manobra foi considerada pela oposição como uma tentativa de aproximar o país de uma saída sem acordo, mas os tribunais consideraram-na legal.
Recomendadas

Atenção à sua smart TV. Televisões inteligentes enviam dados privados para Netflix e Facebook

A Amazon, Google, Akamai e Microsoft foram as empresas mais contactadas por parte das smart TV. A Universidade de Northeastern conduziu o estudo em 81 aparelhos distintos e encontrou “casos notáveis de exposição de informação” privada.

Nova Iorque suspende venda de cigarros eletrónicos com sabor

A venda destes produtos está proibida por 90 dias e serve como uma lei de emergência até os EUA chegarem a um consenso político sobre o passo a seguir.

Empresas de pirotecnia acusam Governo de “perseguição absurda e infundada”

Críticas surgem depois da tutela ter emitido despachos que proíbem o lançamento de fogo de artifício durante vários dias em diversos distritos devido ao alerta vermelho da Proteção Civil para risco de incêndio.
Comentários