Bolsa de Lisboa perde fôlego a meio da sessão e acompanha quedas da Europa

A penalizar a praça lisboeta estão títulos como o BCP, que perde 0,92%, NOS, que desvaloriza 1,64%, ou Mota-Engil, que cai 1,22%. A alemã Wirecard está a subir mais de 3% depois de a ‘Bloomberg’ avançar que Deutsche Bank está interessado na unidade financeira da empresa.

Hugo Correia/Reuters

As bolsas europeias estão em terreno negativo a meio da sessão desta sexta-feira – e a portuguesa não é exceção. O principal índice nacional, PSI-20, está a cair 0,66% para os 4.399,69 pontos. A penalizar a praça lisboeta estão títulos como o BCP, que perde 0,92%, para 0,11 euros, e a NOS, que desvaloriza 1,64%, para 3,61 euros.

As ações da construtora Mota-Engil também estão a cair (-1,22%, para 1,13 euros). O mesmo não se passa com a EDP Renováveis ou a REN – Redes Energéticas Nacionais, que se encontram em contraciclo com uma subida de 0,33% e 0,81%, respetivamente.

Observando os restantes índices europeus, inverteram a tendência e estão também no ‘vermelho’. O alemão DAX cai 0,53%, o francês CAC 40 desliza 0,84%, o britânico FTSE 100 recua 1,03%, o holandês AEX perde 0,23%, o espanhol IBEX 35 resvala 1,15% e o italiano FTSE MIB perde 0,93%. O Euro Stoxx 50 está a ser marcado por uma desvalorização de 0,69%.

“Ainda assim, é de notar o regresso à expansão do setor em França e Espanha, duas geografias que foram muito afetadas pela pandemia. Na China a atividade terciária teve uma aceleração surpreendente no ritmo de expansão. Nota ainda para o facto dos legisladores alemães terem encerrado um impasse legal em relação à compra de títulos do BCE, apoiando o programa monetário, visto como um elemento-chave para a recuperação da economia”, explica Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp.

O analista destaca ainda a subida de 3,87% da fintech alemã Wirecard, para 3,22 euros, depois de vir a público uma notícia da “Bloomberg” sobre o Deutsche Bank estar em contacto com o regulador BaFin, o conselho de administração e os administradores do Wirecard Bank sobre possíveis medidas adicionais para ajudar a unidade financeira da empresa.

Em relação ao mercado petrolífero, o preço do ‘ouro negro’ está a cair mais de 1%. O WTI, produzido no Texas, perde 1,28%, para 40,13 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a desvalorizar 1,27% para 42,59 dólares. Quanto ao mercado cambial, o euro desvaloriza 0,08% face ao dólar (para 1,1229 dólares) e a libra desce face à moeda dos Estados Unidos (-0,12%, para 1,2451 dólares).

Ler mais

Recomendadas

Nasdaq escapa às quedas de Wall Street

Do outro lado do Atlântico, o Dow Jones perde 0,27% para 27,900.52 pontos, seguindo-lhe S&P 500 que desliza 0,05% para 3,368 pontos. Em sentido inverso, o tecnológico Nasdaq sobe 0,58% para 11,079.50 pontos.

Bolsas europeias seguem em baixa

O principal índice português não é exceção e negoceia em terreno negativo, com um deslize de 0,30% a meio da sessão desta quinta-feira. BCP, Galp Energia e Jerónimo Martins caem menos de 1%.

Ações da dona do Correio da Manhã valorizam-se mais de 18%

As ações da Cofina seguiam hoje a meio da manhã a valorizar-se mais de 18%, depois de na quarta-feira a empresa de Paulo Fernandes ter lançado uma Oferta Pública de Aquisição sobre 100% da Media Capital.
Comentários