Bolsa de Nova Iorque fecha em alta animada por anúncio de nova descida dos juros

A bolsa de Nova Iorque reagiu assim de forma positiva à decisão do banco central dos Estados Unidos de um novo corte nas taxas de juro em 25 pontos base para um intervalo entre 1,50% e 1,75%.

FILE PHOTO: Traders work on the floor at the New York Stock Exchange (NYSE) in New York, U.S., May 7, 2019. REUTERS/Brendan McDermid

A bolsa de Nova Iorque encerrou hoje com ganhos generalizados, num dia marcado pelo anúncio da Reserva Federal norte-americana (Fed) sobre um novo corte das taxas de juro, o terceiro deste ano.

No fecho das operações na Bolsa de Nova York, o índice Dow Jones subiu 0,43% para 27.186 e o S&P 500 valorizou 0,33% para 3.0346,77, batendo um novo recorde.

O índice composto Nasdaq, que aglutina as grandes tecnológicas, também cresceu 0,33% para 8.303,97.

A bolsa de Nova Iorque reagiu assim de forma positiva à decisão do banco central dos Estados Unidos de um novo corte nas taxas de juro em 25 pontos base para um intervalo entre 1,50% e 1,75%.

É a terceira descida consecutiva dos juros este ano, num esforço para mitigar a desaceleração da economia norte-americana, mas, no seu comunicado hoje divulgado, a Fed já não promete formalmente “agir para apoiar a expansão”, o que pode significar uma pausa nas descidas dos juros.

Relacionadas

Powell põe pausa e vê a política da Fed “apropriada”

Fed cortou esta quarta-feira a taxa de juro diretora para um intervalo de 1,50% a 1,75%. “Vemos que a posição atual da política provavelmente permanecerá apropriada enquanto as informações recebidas sobre a economia permanecerem consistentes”, justificou Jerome Powell.

Reserva Federal corta taxa de juro em 25 pontos base para 1,50%-1,75%

A instituição liderada por Jerome Powell não desiludiu os mercados e implementou novo corte de 25 pontos base. É a terceira descida na ‘federal funds rate’ este ano, mas o banco central sinalizou que poderá ser a última, pois deixou cair o compromisso de “agir de forma apropriada para sustentar a expansão económica”.
Recomendadas

BCP, Jerónimo Martins e Mota-Engil penalizam bolsa de Lisboa

O banco liderado por Miguel Maya perdeu 1,87%, negociando nos 0,21 euros por ação. A retalhista liderada por Pedro Soares dos Santos desvalorizou 1,75%, para 15,15 euros e a construtora cedeu 0,67%, para 2,07 euros.

Quer vender a sua casa rapidamente? Tenha atenção a estes quatro pontos

O BCE indica que os juros dos novos créditos de habitação estão abaixo de 1% e a Housefy sustenta que este é um “período historicamente favorável” para o financiamento. Quais são os truques para vender a sua habitação?

Confrontos em Hong Hong e receios sobre a guerra comercial abalam Wall Street

Os três principais índices abriram no ‘vermelho, invertendo os ganhos ligeiros registados no fecho da sessão de ontem. Depois das palavras de Donald Trump, os investidores aguardam agora o discurso de Jerome Powell, que intervirá no Comité Económico do Congresso às 16h00 e amanhã no Comité Bancário do Senado.
Comentários