Bruxelas autoriza Siemens Gamesa a comprar ativos da alemã Senvion em Portugal

As fábricas de pás para turbinas eólicas da Senvion situadas em Vagos e em Oliveira de Frades integram alguns ativos da Senvion que vão ser adquiridos , pela Siemens Gamesa Renewable Energy, de Espanha, por 200 milhões de euros.

A Comissão Europeia (CE) aprovou esta segunda-feira a operação de aquisição do controlo exclusivo de vários ativos da alemã Senvion GmbH pela espanhola Siemens Gamesa Renewable Energy, segundo um boletim informativo divulgado pela instituição europeia, esta segunda-feira, 23 de dezembro.

Os ativos da Senvion incluem as fábricas de pás para turbinas eólicas da Senvion situadas em Vagos e na vila portuguesa de Oliveira de Frades (Viseu). Esta compra teve a autorização nos termos do Regulamento das Concentrações da União Europeia.

Além da compra das entidades portuguesas foi também adquirida uma grande parte da atividade de manutenção de parques eólicos da Senvion no espaço económico europeu, bem como toda a propriedade intelectual da Senvion.

Quando divulgou o acordo entre as partes, a Siemens Gamesa adiantou o negócio era de 200 milhões de euros e que a aquisição do conjunto de serviços de 8,9 gigawatts (GW) da Senvion levará a Siemens Gamesa a um total de quase 69 GW em manutenção.

“A fábrica de lâminas onshore em Portugal é uma das instalações de fabrico mais competitivas da Europa. A fábrica de Vagos ajudará a fortalecer a cadeia de valor industrial da Siemens Gamesa e a reduzir a dependência do fornecimento de fornecedores da Ásia, mitigando a volatilidade no meio das incertezas trazidas pelas questões comerciais atuais”, comentou a empresa, numa nota publicada no website oficial.

Recomendadas

Rendibilidade das empresas sobe no segundo trimestre, mas continua aquém dos níveis pré-pandemia

Por sector de atividade, a rendibilidade do ativo (rácio entre os resultados antes de amortizações, depreciações, juros e impostos das empresas -EBITDA- e o total de ativo) das empresas privadas aumentou nas indústrias (de 8,6% para 10,7%), comércio (de 6,6% para 7,4%), transportes e armazenagem (de 6,8% para 8,0%), outros serviços (de 4,8% para 5,4%) e sedes sociais (de 4,7% para 4,8%).

Regulador aprova venda do controle dos ativos de fibra ótica da Oi no Brasil

A operadora de telecomunicações brasileira Oi já tinha anunciado o acordo de venda de parte dos ativos de fibra ótica da InfraCo à Globenet e BTG.

Pfizer e Moderna vão continuar a dominar mercado das vacinas anti-Covid em 2022

Segundo os cálculos da Airfinity, as duas fabricantes de vacinas mRNA irão dominar três quartos do mercado vacinal em 2022, alargando a margem entre as rivais AstraZeneca, Johnson & Johnson, a vacina russa Sputnik V.
Comentários